A derrota sofrida pelo Liverpool contra o Real Madrid pela Champions League na última terça-feira (6) não foi bem digerida pelo técnico Jürgen Klopp. Dessa forma, em entrevista após o jogo, o treinador não poupou palavras para criticar o baixo rendimento dos Reds no confronto.

“Se a gente quiser ir para a semifinal, temos que merecer. Hoje, a gente não fez isso. A única coisa boa que posso falar sobre a noite de hoje é que foi só a primeira parte da eliminatória… O time não jogou futebol suficiente para causar problemas ao Real Madrid. Pensei que seria impossível (jogar mal assim), mas conseguimos… Deixamos o jogo muito fácil para eles, então precisamos jogar mais na próxima partida”, afirmou.

Os Reds saíram atrás do placar após Vinícius Júnior receber lançamento primoroso de Toni Kroos e bater na saída de Alisson após um erro da marcação. O sistema defensivo voltou a falhar pouco depois, quando Alexander-Arnold tentou cortar um lançamento e deu a bola nos pés de Asensio, que não perdoou. Os Reds ainda diminuíram com Salah, mas viram a estrela de Vini Jr voltar a brilhar depois.

Na entrevista, o treinador alemão ressaltou o seu descontentamento com o desempenho do clube dentro de campo. Além disso, tirou como único saldo positivo o gol anotado pelo seu camisa 10, que diminuiu um pouco o prejuízo para o confronto da volta.

“Não fiquei feliz com o jeito que jogamos futebol hoje no geral, não só pelhas falhas (da defesa). Esse foi o grande problema. Você precisa jogar futebol melhor no geral. Isso é o mais importante. A gente não mereceu mais do que conseguiu essa noite. Só posso dizer que esse gol (de Salah) nos dá algum tipo de sobrevida para a próxima partida”, disse Klopp.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Renan Liskai
Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.

Deixe uma resposta