Kawasaki Frontale é bicampeão japonês

A 32ª rodada sacramentou o campeão e a primeira queda para a segunda divisão japonesa neste sábado(10). O Kawasaki Frontale é o novo bicampeão. A equipe foi derrotada pelo Cerezo, em Osaka, mas a derrota do vice Sanfrecce para o Vegalta Sendai, em Hiroshima, garantiu a conquista do bicampeonato japonês com duas rodadas de antecedência. Já o lanterna V-Varen foi derrotado pelo Yokohama Marinos, em Nagasaki, necessitando de um verdadeiro milagre para continuar na elite do futebol nipônico.

J-LEAGUE – 32ª RODADA

FC Tokyo 0 x 0 Júbilo Iwata

Partida fraquíssima tecnicamente. Na primeira etapa, o brasileiro Diego Oliveira cabeceou no travessão após cruzamento de Sei Muroya. Na sequência, Tomohiko Miyazaki cometeu penalidade em Sei Muroya, que Diego Oliveira desperdiçou de maneira bizarra, irritando o treinador Kenta Hasegawa. Na etapa final, após passe de Yojiro Takahagi, Diego Oliveira se livrou do goleiro e mandou na rede pelo lado de fora. No único lance de perigo visitante, Yoshito Okubo arrematou por cima do gol. Em nova oportunidade mandante, a defesa interceptou arremate de Takuji Yonemoto e o brasileiro Lins arrematou para defesa do goleiro. Após cobrança de escanteio, o goleiro polonês Krzysztof Kaminski salvou a equipe de Iwata duas vezes, impedindo os gols do craque japonês Masato Morishige e do craque sul-coreano Jang Hyun-soo, capitão visitante. O FC Tokyo chegou aos 50 pontos, na quinta posição. O clube de Iwata chegou aos 41 pontos, na modesta 13ª colocação, correndo ainda um pequeno risco de rebaixamento.

Sanfrecce Hiroshima 0 x 1 Vegalta Sendai

Mais uma vez os mandantes decepcionaram o seu torcedor, dando o definitivo adeus ao título, conquistado pelo Kawasaki Frontale nesta rodada. Os visitantes arremataram 12 vezes, três no gol, além de 53% de posse de bola e maior precisão nos passes. O gol foi marcado na etapa final, em arremate de Naoki Ishihara, dentro da área. A equipe visitante ainda teve chance de ampliar, em arremate do brasileiro Ramon Lopes, que passou raspando a trave direita. O clube de Sendai chegou aos 45 pontos, não possuindo mais chances de classificação para a Liga dos Campeões Asiática.

Vissel Kobe 0 x 0 Sagan Tosu

Apesar de contar com três ídolos do futebol europeu: o espanhol Andrés Iniesta e o alemão Lukas Podolski do lado mandante e o espanhol Fernando Torres do lado visitante, o que se viu no Estádio Noevir foi um futebol pobre. Durante a primeira etapa, Iniesta arriscou um chute e Podolski reclamou de penalidade após arremate em bola levantada para dentro da área. Na etapa final, o alemão ainda acertou a trave em arremate dentro da área, em jogada iniciada pelo espanhol no lado esquerdo. O Vissel chegou aos 41 pontos, na 12ª colocação, sabendo que ficará na parte intermediária da tabela. O clube de Tosu chegou aos 37 pontos, sendo o primeira fora da zona de rebaixamento, ainda com o fantasma da degola.

V-Varen Nagasaki 0 x 1 Yokohama Marinos

Em mais uma péssima atuação, o clube praticamente se despediu da primeira divisão diante de seus torcedores. O gol da equipe visitante foi marcado na etapa final por Sho Ito, meio sem querer, após desperdiçar penalidade na primeira etapa, defendida pelo goleiro Kenta Tokushige, e quase marcar no início da etapa final, mandando no travessão. O clube de Yokohama chegou aos 41 pontos, na 11ª colocação.

Shimizu S-Pulse 2 x 0 Nagoya Grampus

Os dois gols da equipe mandante foram de cabeça, na etapa final. O primeiro com o jovem Koya Kitagawa e depois com o brasileiro Douglas. No final, os visitantes chegaram a diminuir após cobrança de escanteio, mas o gol foi anulado pela arbitragem. O S-Pulse chegou aos 47 pontos, na sétima posição, ainda com chances de vaga na Champions Asiática. Já o clube de Nagoya permanece com 37, sendo o primeiro na zona de rebaixamento, precisando da vitória nas duas últimas rodadas para escapar da degola.

Consadole Sapporo 1 x 2 Urawa Reds

Partida definida na primeira etapa. O placar foi aberto pela equipe visitante aos seis minutos, com Yuki Muto, que matou no peito e finalizou na entrada da área, após bela assistência de Kazuki Nagasawa. Aos 26 minutos, os mandantes chegaram ao empate, em cabeçada de Ryosuke Shindo. Aos 35 minutos, Tomoya Ugajin cruzou e Yuki Muto marcou o gol da vitória visitante, ao dominar dentro da área, livre de marcação, e finalizar no canto esquerdo. Os Reds chegaram aos 48 pontos, na sexta posição, sonhando com vaga na Champions Asiática. Consadole permanece com 51, na quarta posição, brigando diretamente com o Kashima Antlers por vaga na competição continental.

Cerezo Osaka 2 x 1 Kawasaki Frontale

Primeira etapa monótona. Na etapa final, o placar foi aberto pelo mandante com Kenyu Sugimoto, finalizando dentro da área após passe de Atomu Tanaka. No final da partida, Kei Chinen sofre penalidade, que Akihiro Ienaga converteu para marcar, garantindo o título do visitante. Já nos acréscimos, Kazuya Yamamura marcou o gol da vitória, após passe de Takaki Fukumitsu. Após o apito final, os visitantes festejaram a conquista do bicampeonato no gramado do Estádio Yanmar Nagai. Shogo Taniguchi ergueu a salva de prata, troféu da J-League, gesto que seria do capitão Yu Kobayashi, que não atuou por contusão.

Renan Silva
26 anos, natural de Osasco. Graduado em Jornalismo pelas Faculdades Integradas Rio Branco. Apaixonado por Esportes e Rock n Roll, durante a infância jogou Futebol de Salão e na adolescência praticou Artes Marciais. Sempre teve gosto pela leitura, sendo um fã assíduo das revistas TATAME e PLACAR (da qual possui coleção até hoje).

Artigos Relacionados