Kannemann: "Futebol só deve voltar da forma mais segura possível"

Alguns clubes do futebol brasileiro tem retomado sua rotina de treinamentos. Assim sendo, a expectativa pela volta dos campeonatos aumenta. Porém, alguns atletas receiam que a volta dos torneios em meio ao grande número de casos do novo no país não seja segura. Como é o caso do zagueiro argentino Walter Kannemann do Grêmio. Para o atleta, o esporte não deve voltar no país enquanto uma solução segura para todos for encontrada. Entretanto, o jogador entende que o desejo pela retomada é grande não só pelas equipes mas também pelos atletas.

Em entrevista para a assessoria do Grêmio, Kannemann reconhece que é um momento difícil. Entretanto, é necessário encontrar uma solução segura para todos os que estão envolvidos.

“Acho que está todo mundo com vontade de voltar a jogar. É um momento difícil, mas tem de ser da maneira mais segura possível. É uma linha muito fina. Esperamos que encontrem essa linha o mais rápido possível e que seja o melhor para todos os cidadãos do Brasil”, disse o jogador.

https://twitter.com/CasaTricolor/status/1263475110427725825

Kannemann acompanha o Campeonato alemão para matar a saudade do futebol

Enquanto os campeonatos estaduais não voltam aqui no Brasil, o zagueiro do Grêmio aproveita para matar a saudade dos jogos acompanhando a Bundesliga. Inclusive ele elogiou e mencionou o trabalho da federação local para que a liga pudesse ser retomada de modo segura.

“É bom ver que os campeonatos começaram a voltar, mas ainda com algumas restrições. Os jogadores do banco dos suplentes estavam distanciados e com máscaras. Só os que estavam em campo estavam sem máscaras. Creio que estão tentando encontrar algum jeito para minimizar o risco e que o futebol continue. Sabemos que o tema da economia é muito importante, mas a vida é mais. Estão tentando e conseguiram encontrar o meio termo para continuarmos com a nossa vida, mas com os cuidados necessários para enfrentar o vírus”, analisou o atleta.

Foto destaque: reprodução/Transfermarket

Lucas Vinícius Souza
Meu nome é Lucas Vinicius de Souza. Tenho 24 anos sou formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, apaixonado por esportes, encaro o jogo como a vida, muitas coisas que acontecem no mundo das competições podemos fazer um paralelo com nossa vivência. No ramo da comunicação tenho experiência como Assessor de Imprensa do Sindicato da Construção Civil de São Paulo, Assessor de Imprensa na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e como redator freelancer na Agência 3xceler. Acredito que a escrita é uma arte, a arte de trazer informação, conselho e direcionamento aqueles que buscam conhecimento.

Artigos Relacionados