Juventus reage e deixa o confronto em aberto

No jogo de ida das oitavas de final da Champions League, Juventus e Bayern de Munique fizeram excelente partida da Itália. O jogo da volta está marcado para o dia 16 de março e será na Alemanha.

O Bayern entrou em campo desfalcado, mas Guardiola mostrou mais uma vez que a disciplina tática é o ingrediente principal para montar um time competitivo. O treinador espanhol escalou Alaba, lateral esquerdo, e Joshua Kimmich, meio campista, na zaga.

Mesmo com uma equipe diferente da habitual, o Bayern foi pra cima e foi um verdadeiro rolo compressor durante o primeiro tempo.

A equipe treinada por Pepe Guardiola adiantou a marcação e deixou a Juventus sem saída de bola. Os alemães pressionaram o tempo todo e desceram para o intervalo vencendo por 1 a 0. A vantagem só não era maior, pois Thomas Muller perdeu chance clara de gol aos 12 minutos.

Na volta para o segundo tempo, Massimiliano Allegri promoveu a entrada do brasileiro Hernanes – que deu maior volume de jogo ao time italino e diminuiu o ímpeto ofensivo do time alemão.

O time italiano mostrava sinais de reação, mas, aos 10 minutos da etapa complementar, recebeu um banho de água fria: Robben, sempre efetivo em sua principal jogada, invadiu a área, cortou abrindo espaço para a esquerda duas vezes e bateu colocado no canto direito de Buffon.

O confronto parecia definido e a classificação do Bayern quase assegurada. Um desfecho perfeito se do outro lado não estivesse um representante fiel do futebol italiano, copeiro, que cresce em momentos difíceis, honra a camisa e dificulta o jogo para a equipe adversária.

Bonucci e Barzagli faziam uma partida exemplar na defesa, segurando nada mais, nada menos que Lewandowski, Robben e Douglas Costa, substituído no segundo tempo por Ribéry. Ofensivamente, Mandzukic, melhor em campo na minha opinião, apareceu para jogar, voltou para marcar e ainda deixou o excelente Paulo Dybala na cara do goleiro Neuer para diminuir o placar.

A Juventus foi para cima. Aos 22 minutos, Mandzukic deixou Cuadrado na cara do gol e Neuer salvou os bávaros. Logo na sequência, Pogba arriscou chute de direita que passou tirando tinta da trave do goleiro alemão.

Sturaro e Morata entraram no jogo, respectivamente, aos 23 e 29 minutos da etapa final.

Aos 31, brilhou a estrela do treinador Massimiliano Allegri: Mandzukic tocou para Morata, que ajeitou de cabeça para Sturaro empatar.

Aos 45 minutos, Neuer defendeu chute de Bonucci para determinar o empate na Itália.

A Juventus reagiu, empatou o jogo, deixou o confronto em aberto. Mesmo assim, o Bayern de Munique ainda tem leve vantagem. Os empates em 0 a 0 ou em 1 a 1 darão a classificação para a equipe alemã.

A partida foi muito equilibrada e muito dinâmica. Quem vencer o jogo da volta, por resultado mínimo, fica com a vaga.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo