Jürgen Klopp comandando o Liverpool (Foto: Justin Tallis/AFP).

Atualmente, é inegável o sucesso de Jürgen Klopp sob o comando do Liverpool. Sendo assim, é permitido ao treinador tomar medidas essenciais para o futuro do clube. Nesse sentido, segundo o jornal The Sun, o alemão decidiu dispensar seis jogadores após o fim da temporada. Além disso, o desligamento de alguns atletas está evolvido na aquisição da dupla do Wolverhampton, trata-se de Adama Traoré e Rúben Neves.

Desse modo, as baixas no elenco levarão em conta o desempenho técnico, indo de encontro ao intuito de aliviar a folha salarial. Dessa forma, vale ressaltar que os Reds pretendem desembolsar na dupla aproximadamente 110 milhões de libras (R$ 734 milhões). De acordo com o tabloide inglês, os seis jogadores dispensados definidos por Klopp são: Dejan Lovren; os meias Adam Lallana, Xherdan Shaqiri  e Marko Grujic, além dos atacantes Divock Origi e Harry Wilson.

OBJETIVOS DE JÜRGEN KLOPP

Cada vez mais próximo do tão sonhado título da Premier League, o comandante pretende alcançar novamente o título da UEFA Champions League, visto que nesta temporada foi eliminado nas oitavas de final pelo Atlético de Madrid. Assim, para disputar fortemente ambos os campeonatos na temporada 2020-21, será necessário reposições para o setor ofensivo.

ADAMA TRAORÉ

Um dos principais destaques da competição, o jogador vive seu auge na carreira atuando no Wolves. Como principal característica, o ponta possui a arrancada e o preparo físico a seu favor. Pela equipe comandada por Nuno Espirito Santo, o atacante marcou 12 gols e anotou seis assistências. Portanto, demonstrou interesse no espanhol, visto que há poucas opções no setor ofensivo dos Reds.

RÚBEN NEVES

Enquanto Adama está vivendo seu auge na carreira, o meia já vem de uma regularidade. Desta maneira, quando atuava pelo FC Porto, seu nome já era ventilado nos gigantes europeus. Na atual temporada, o português disputou 42 partidas, marcou quatro gols e deu duas assistências.

https://twitter.com/B24PT/status/1212073788558458881?s=08

Foto destaque: Justin Tallis/AFP

Avatar
Caio César Esplugues de Oliveira
Desde minha infância já tinha escolhido o jornalismo como profissão, sentia que poderia ter conhecimento necessário e flexibilidade na comunicação com o público, além de não "passar pano" para erro de pessoas que conheço. Comecei esse ano o curso de Jornalismo, logo após que acabei a escola e pretendo seguir firme e forte nessa carreira ao qual sou apaixonado.

Artigos Relacionados