Junior Tavares, ex-São Paulo, não descarta defender o Corinthians no futuro

Junior Tavares sempre foi tratado como uma joia desde a base do Grêmio até a chegada na equipe do São Paulo, ganhando visibilidade e consequentemente a titularidade na equipe tricolor no ano de 2017. Contudo, nesse mesmo ano surgiu a possibilidade do lateral se transferir para o Corinthians, que procurava um substituto para Guilherme Arana que havia se transferido para o futebol espanhol. Houve até conversas entre as duas partes, no entanto, qualquer possibilidade de ida do jogador ao Alvinegro foi extinguida quando a mãe do atleta, Simone Tavares, torcedora assumida do São Paulo, deu declarações polemicas nas redes sociais, dizendo que seu filho ”jamais defenderia as galinhas”, se referindo ao clube paulista pejorativamente. Com isso, no começo de 2018 o jogador foi emprestado para à Sampdoria.

LEIA MAIS:

Em entrevista ao canal ‘Fox Sports', Junior Tavares, que atualmente defende o Portimonense, relembrou o episódio e afirmou que, quando soube do interesse do Corinthians em seus serviços, tentou juntou ao seu empresário evitar ao máximo que vazasse qualquer informação na mídia, o que não foi possível.

”Quando surgiu a especulação de ir para o Corinthians, eu tinha conversado com o meu empresário e tínhamos falado muito sobre isso. Eu e ele ainda não tínhamos comentado com ninguém, até porque não queríamos que saísse nada na imprensa e tudo mais, e não sei como, mas acabou saindo. Minha mãe acabou sendo infeliz naquele momento, deu uma opinião de torcedora do São Paulo e falou o que falou. Mas já tínhamos planos de vir para a Europa. Tínhamos falado com alguns clubes do Brasil, falamos com o São Paulo, inclusive, e falaram que não fariam a negociação para nenhum rival e, graças a Deus, vim para a Europa, onde estou muito bem habituado e espero ficar aqui por mais tempo, está me dando muita confiança, estou crescendo como jogador e ser humano também”, afirmou o  defensor.

View this post on Instagram

De volta ao trabalho…

A post shared by Tavarez (@jnrtavarez12) on

POSSIBILIDADE DE JOGAR NO CORINTHIANS

Apesar de todos os ocorridos, Júnior não descarta defender a equipe do Corinthians no futuro e não fecha portas para o Timão. De acordo com o jogador, quem joga futebol não é sua mãe e que jamais fecharia as portas para um time grande como o clube paulista.

”Sou jogador profissional. Eu tenho um vínculo com o São Paulo, mas hoje pertenço ao Portimonense. Eu podia estar muito bem jogando num clube do Brasil, pertencendo ao São Paulo. Não vejo problema nenhum de jogar no Corinthians daqui a uns anos, um clube que tem uma extensão enorme. Não fecho as portas para o Corinthians. Apesar do que aconteceu, foi a minha mãe, não eu. Quem joga o futebol sou eu e não ela. Amanhã não sei onde posso estar, mas lógico que eu não fecho uma porta como a do Corinthians, e se tiver que jogar, eu jogaria sem problemas”, disse.

Assim também, como uma volta para 0 São Paulo, com quem tem contrato ainda. Porém, o jogador afirmou que seu foco é no Portimonense, clube que tem contrato até o fim da atual temporada europeia.

”Faz muito tempo que não falo com algum dirigente do São Paulo, falo com os jogadores. Não falo muito com o meu empresário sobre isso. Hoje eu me vejo longe, sempre que posso acompanho o São Paulo, mas a minha realidade é outra, estou no Portimonense, e só desejo coisas boas ao São Paulo. Hoje, o meu foco é 100% no Portimonense, penso em ajudar o time a se manter na Primeira Liga”, completou o lateral.

Foto Destaque: Daniel Teixeira|Estadão

Avatar
Gabriel Ricardo
Instagram: @gabriel_ricardo77 Meu nome é Gabriel, sou estudante de jornalismo pela UNIP. Fascinado por esportes, futebol principamente, e fã da resenha e dos debates, percebi desde cedo que jornalismo seria o caminho que eu iria trilhar. Com o amor pelo futebol e vivência na arquibancada, vi e sinto na pele que o futebol é muito mais que 11 contra 11. E é essa mensagem que tentarei transmitir a todos enquanto me for possível.

Artigos Relacionados