Jorge Jesus pode elevar o patamar do Atlético-MG?

Antes de mais nada, é preciso dizer que não será fácil para qualquer treinador que chegar ao Atlético-MG manter o padrão demonstrado pela equipe em 2021. O Galo teve uma temporada que beirou a perfeição, vencendo três de quatro títulos possíveis e sendo eliminado invicto da Libertadores. Por outro lado, após a saída de Cuca do comando técnico, o Atlético voltou seus olhos para Portugal, tendo Jorge Jesus como primeira opção.

Assim, a pergunta que fica é: conseguirá o “mister” manter ou elevar a patamar da equipe?

Trabalho no Flamengo é trunfo a favor de JJ

É preciso dizer que, após o trabalho demonstrado por Jorge Jesus no Flamengo em 2019, o português foi alçado ao patamar de melhor treinador do Brasil. Sob esse mesmo ponto de vista, houve quem o pedisse no comando da Seleção Brasileira. Com o conhecimento de futebol que possui e o material humano disponível, Jorge Jesus pode sim, manter o nível e elevar o patamar do Galão da Massa.

Entretanto, é preciso considerar alguns fatores:

O time do Flamengo era melhor que o do Atlético-MG

O time titular do Mengão em 2019 era melhor que o time base do Atlético-MG em 2021, sobretudo no meio de campo. Some a esse fator, o carinho da torcida do Flamengo, os jogadores na ponta dos cascos, a experiência europeia de alguns atletas e o combo perfeito estava formado.

Personalidade de Jesus pode ser ponto negativo

Assim como não dá para negar que Jorge Jesus é um excelente treinador para o nosso futebol, também é inegável que o mister tem uma personalidade difícil de lidar no dia a dia. JJ é conhecido como centralizador. Gosta de participar e comandar muitos aspectos do departamento de futebol. O técnico também possui um perfil exigente e pouco afeito a afagar egos de jogadores mimados.

Cobrança no Atlético-MG seria cenário inédito

Sobretudo, precisamos considerar que o nível de cobrança no Atlético será maior que o enfrentado pelo treinador quando passou pelo Flamengo. Seu trabalho no time carioca, eleva a expectativa em torno de um time que já é muito vencedor e histórico. Como a torcida atleticana vai reagir com um possível início ruim de Libertadores? Qual o clima após uma improvável derrota para o Cruzeiro no Campeonato Mineiro?

É claro que tudo pode ser um céu de brigadeiro e uma eterna lua de mel. Mas, estou curioso para saber como o mister reagiria em condições adversas por aqui. Finalmente, acredito que Jorge Jesus continua sendo um excelente nome para qualquer time do Brasil. Pelo bem do futebol brasileiro torço para que o Galo feche com o português.

Foto Destaque: Divulgação/Flamengo

 

Paulo Henrique Araújo
Apaixonado por futebol desde antes do que possa lembrar. Comentarista esportivo por amor e constante aprendiz do maior esporte do mundo.