Jonathan

A princípio, o lateral-direito do Botafogo, Jonathan, falou com a imprensa nesta última segunda-feira (27). Então, visto os resultados ruins do Glorioso neste início de temporada, o principal assunto foi este. Jonathan chegou como reforço para a temporada de 2021, e logo assumiu a condição de titular. Além disso, virou homem de confiança do técnico Marcelo Chamusca.

Com isto, Jonathan afirmou que o tempo de treinamento que o Botafogo está tendo, já que caiu na Copa Do Brasil e não jogará as semifinais do Cariocão, é muito importante:

“Tivemos muitos jogos e pouco tempo de trabalho, isso também fez as coisas não acontecerem da maneira que a gente quer. Temos muito a evoluir, muito a trabalhar. É o momento que não temos que falar muito e temos que focar bastante no dia a dia. Temos que evoluir individualmente e como equipe,  mais sólidos”, afirmou Jonathan.

O Glorioso foi a única equipe entre os quatro grandes do Rio que começou a temporada de 2021 já com o time principal. Então, este pode ter sido o principal problema que atrapalhou o trabalho do treinador Chamusca. Todavia, não parece que esta é a visão do comandante, já que o Botafogo deve ir com força máxima para a disputa da Taça Rio.

Entretanto, mesmo com os jogos da Taça Rio (que podem ser de dois a quatro, a depender do resultado em campo) Marcelo Chamusca terá pelo menos cinco semanas para treinar o time e implantar sua filosofia. E isto, segundo Jonathan, é fundamental:

“Temos um bom tempo para trabalhar, o professor terá longas semanas para implantar a forma que ele gosta de jogar. Nós, atletas, faremos o melhor no dia a dia para chegar à Série B aptos para fazer o melhor possível”, continuou o lateral-direito.

Desempenho individual de Jonathan

O lateral também avaliou seu desempenho individual. Apesar de ser homem de confiança do treinador e ter feito participação em 12 das 13 partidas do Alvinegro, todas como titular, Jonathan não está 100% satisfeito com suas atuações:

“Sou um cara que me cobro bastante, na fase ofensiva e defensiva. Tem um pouco de falha, precisamos de trabalho para corrigir. Ofensivamente, estou precisando mostrar mais, sei que estou devendo. Vou trabalhar no dia a dia e as coisas vão acontecer naturalmente”, completou o atleta.

Foto Destaque: Divulgação/Vítor Silva/Botafogo

Avatar
João Victor Freire
Eu escolhi o jornalismo pois é o que eu sei fazer desde criança. Trabalhar com jornalismo esportivo é um sonho que se realiza a partir de agora.

Deixe uma resposta