Jogadores do Brusque pedem que STJD reveja punição

Antes de mais nada, há pouco mais de um mês, o STJD puniu o Brusque com a perda de três pontos após uma acusação de injúria racial, feita pelo jogador Celsinho, do Londrina. Dessa forma, o Quadricolor perdeu três pontos, além de ter de pagar uma multa de R$60 mil. No entanto, na tarde desta terça-feira (26), o elenco do Brusque pediu para a punição ser revista pelo STJD.

Na carta, lida pelo artilheiro Edu, os jogadores disseram que a equipe é formada majoritariamente por afrodescendentes. Além disso, declararam que a decisão da perda de pontos não pune o responsável pela fala racista.

“A perda de pontos não penaliza quem praticou o ato. Penaliza a nós, nosso trabalho e pode comprometer nosso futuro. Não faz sentido, não é socialmente aceitável que a lei puna um grupo de pessoas por um ato praticado por uma única pessoa”, diz a nota.

Em outro trecho, o jogadores afirmam que desde o ocorrido se pronunciam, em entrevistas e nas redes sociais, contra toda e qualquer injúria.

“Somos contra todo e qualquer ato de racismo ou qualquer outra forma de discriminação. Desde o episódio, ocorrido no dia 28 de agosto, temos nos manifestado através de nossas redes sociais, em entrevistas e nos ajoelhado em campo para protestar contra o racismo, do qual alguns de nós já foram alvo”, alega a carta.

Após a perda dos pontos, o Brusque chegou à 16ª posição e desde então não conseguiu se distanciar da zona de rebaixamento. A saber, foram sete rodadas desde a punição, as quais foram acumulados nove pontos, com três vitórias e quatro derrotas. Duas semanas depois da punição, o STJD negou o recurso do Quadricolor para reverter a perda dos pontos.

Reta final do Brusque na Série B

Enquanto não obtém uma resposta após a nota, o Brusque não terá vida fácil na reta final da Segundona. Dessa forma, além de ter a pior defesa da competição, a equipe encara o Náutico, que ainda briga pelo acesso, na próxima terça-feira (2), às 16h (horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/TV Bruscão

Gabriel Vicco
Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.