João Veras viaja para assinar com o Portimonense, de Portugal . (Foto destaque: Reprodução / Redes sociais)

Antecipadamente, o atacante João Veras viaja na noite desta quinta-feira (13) rumo a Portugal, onde vai assinar contrato de empréstimo com o Portimonense. Ou seja, time da primeira divisão local. Bem como, o atleta foi liberado pela Ponte Preta após renovar o vínculo até o fim de 2024.

Nesse sentido, uma foto postada pelo empresário de Veras, Tiago Lima, da Promosport – mesma empresa que agencia Felipe Melo, mostra Veras com seus representantes já no aeroporto, à espera do embarque.

 

Analogamente, o acordo é de um ano e meio (até junho de 2023), sem envolver dinheiro num primeiro momento. No entanto, com opção de compra por 70% dos direitos econômicos no valor estipulado de aproximadamente 500 mil euros (cerca de R$ 3,2 milhões na cotação atual). Do mesmo modo, o Portimonense tem até dezembro para comunicar o interesse.

Por exemplo, se Veras atingir um determinado número de jogos, a compra será efetuada necessariamente. Contudo, com a Macaca ainda ficando com uma parte dos direitos – o XV de Piracicaba também tem uma fatia. Logo, aos 21 anos, o atacante tinha prioridade de compra do São Paulo por conta do empréstimo de Marcos Júnior, mas a preferência acabou no fim do ano passado.

João Veras viaja para assinar com o Portimonense, de Portugal

Porém, revelado pelo XV de Piracicaba, Veras veste a camisa da Ponte desde a disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior em 2020. Assim, artilheiro do time, com três gols em cinco jogos. Ocasionalmente, promovido aos profissionais na sequência, recebeu as primeiras oportunidades ao longo daquela temporada.

Nesse ínterim, conquistou seu espaço sob o comando de Fábio Moreno e chegou a se destacar no início do Campeonato Paulista. No entanto, não se firmou e terminou 2021 sem atuar com Gilson Kleina. Por fim, são seis gols em 45 partidas oficiais vestindo a camisa da Ponte Preta.

Foto destaque: Reprodução / Redes sociais

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário