Brigatti

Na manhã deste domingo (11), em nota oficial, o Santa Cruz anunciou que o técnico João Brigatti está desligado do clube. Além disso, também disse que o executivo de futebol, Nei Pandolfo também já não faz mais parte do comitê gestor de futebol. Segundo a nota, o motivo por trás da demissão do treinador tricolor foram os maus resultados desse início de temporada.

Dessa forma, Brigatti, que foi apresentado como treinador do Santa Cruz no dia 19 de fevereiro, passou apenas 65 dias no comando técnico tricolor. Assim, o comandante dirigiu o elenco cobra-coral em 13 partidas. Venceu quatro jogos, empatou dois e perdeu outros sete. Dessa maneira, encerra seu ciclo com apenas 35% de aproveitamento.

Ainda mais, o desempenho da equipe vinha sendo muito aquém do esperado. É quase que consenso que o time poderia, e deve dar mais. Exceto a partida contra o Fortaleza, em todas as outras o Santa não conseguiu fazer 90 minutos de futebol de bom nível e equilibrado.

Bem como, com as partidas ruins vieram os resultados abaixo do esperado. Em 2021, o Santa Cruz fez sua pior campanha em uma Copa do Nordeste disputada por pontos. Desde a volta da Lampions em 2013, a CobraCoral não tinha sido eliminada numa 1ª fase da competição.

Por outro lado, o executivo de futebol Nei Pandolfo pediu demissão. O profissional estava no Arruda desde 2019 e participou das montagens de elenco de 2020 e 2021.

Com isso, o Santa Cruz terá no comando interino, o auxiliar Roberto de Jesus. Na terça-feira (13), o clube tem um confronto importantíssimo pela frente. O Time do Povo encara o Cianorte pela 2ª fase da Copa do Brasil, fora de casa. Uma partida que vale milhões para os cofres da equipe.

Foto destaque: Divulgação/ Rafael Melo/ Santa Cruz  

Avatar
Ayrton Niño
Historiador pela UFPE e graduando em Jornalismo pela UniNassau.