O futebol japonês contou com um grande processo de profissionalização na década de 90 após o fim da JSL na temporada de 1991/92. Dessa maneira alguns grandes nomes do futebol vão desbravar as terras do esporte no Japão. Muitos brasileiros já passaram por lá, entre eles estão Dunga, Alcindo, Leonardo, Bebeto, Ruy Ramos e Wagner Lopes (os dois últimos nomes inclusive, são naturalizados japoneses). Porém a maior referência é Zico, que é ídolo no Kashima Antlers e também ex-técnico da seleção asiática.

Mas como era o futebol no Japão antes dos anos 90? A JSL tem uma história muito importante para a atual realidade do esporte. Da mesma forma, muitos clubes da época hoje não existem mais. Alguns apenas se profissionalizaram e mudaram seu nome, o que aconteceu muito no país pois os clubes eram comandados por empresas. O futebol em seu início no Japão, teve muita influencia na forma de gestão que se tinha no beisebol do país.

HISTÓRICO

A Japan Soccer League foi a liga de futebol da primeira divisão japonesa no período de 1965 a 1992. Atualmente J.League, a antiga JSL foi a primeira liga esportiva de esporte amador do Japão. Em princípio consistia em apenas uma divisão, mas alguns anos depois, em 1972, foi criada a Segunda Divisão. Cada equipe da JSL representava uma corporação, ou seja, seguia o nome da empresa que possuía o time.

Os clubes podiam participar ganhando a competição da Copa do Japão para o Campeonato Sênior de Futebol, na sequência, vencendo uma série de promoção e rebaixamento contra as equipes inferiores da JSL.

Tanto os campeões quanto os segundo colocados da Segunda Divisão, entre 1973 e 1980, tiveram que jogar a série de promoção e rebaixamento contra os times da Primeira Divisão. No entanto depois disso apenas os vice-campeões tiveram que jogar a série.

Foto: Divulgação/Arte/FNV

A última temporada da JSL foi em 1991/92, e no ano seguinte, 1993, ocorreu o início da J.League. Tornaram-se membros originais da J.League os nove melhores times da JSL além do Shimizu S-Pulse. Os outros clubes ingressaram na recém-formada Liga de Futebol do Japão, exceto Yomiuri Junior, que se fundiu com o clube pai, o Yomiuri Club.

CAMPEÕES DA JSL

Yomiuri SC

O time com mais títulos da JSL conquistados, bem como um dos times mais condecorados da J-League. Já são dois canecos do atual modelo da liga. Hoje com um nome diferente, Tokyo Verdy, é o clube de mais sucesso da história do futebol japonês com 25 taças. Foi fundado em 1969 como Yomiuri SC, e tem como sua casa o Ajinomoto Stadium que tem capacidade para 50.000 pessoas, esse estádio é também casa do FC Tokyo.

ERA DE OURO (1983 – 1994)

Assim como a maioria dos clubes de futebol japoneses da época, o Yomiuri era uma propriedade de algo equivalente a um time de futebol americano ou beisebol. Tornou-se uma potência no país e conquistou muitos admiradores.

De mesmo modo quando a JSL passou para J.League no início doas anos 90, o clube investiu para trazer jogadores de peso. Estrelas da época como Kazuyoshi Miura , Ruy Ramos e Tsuyoshi Kitazawa foram contratados para o elenco.

https://twitter.com/TokyoVerdySTAFF/status/1249898192914640896

O time venceu a JSL em suas duas últimas edições e na sequência, já como Verdy Kawasaki, venceu as temporadas de 1993 e 1994 da J.League. Quatro títulos consecutivos do campeonato japonês, uma marca histórica para o futebol do país. A partir desse novo formato da competição o clube se profissionalizou, e mais uma vez teve seu nome alterado, atualmente Tokyo Verdy. Hoje o time é de propriedade da Nippon Television Network.

MAZDA SC

Outro clube que tem cinco conquistas da JSL, foram quatro em sequência também, mas ao contrário do Yomiuri o Mazda venceu bem no início do futebol no Japão. O time ainda se chamava Tokyo Industries e tinha alguns jogadores importantes como Matsumoto, Ogi e Yasuyuki Kuwahara. Foi fundado em 1938 e o nome Mazda SC surgiu somente em 1981.

https://twitter.com/sanfrecce_SFC/status/1255045185056079872

Com o início da J.League o clube também se profissionalizou e mudou seu nome mais uma vez, atualmente Sanfrecce Hiroshima. Um nome que tem uma curiosidade interessante já que “San” da língua japonesa que é três, e “frecce” que é flecha na língua italiana, baseando-se na história de Mōri Motonari. A lenda significa que “uma flecha pode ser facilmente quebrada, mas três flechas juntas não podiam, o mesmo aconteceria com eles enquanto estivessem unidos”.

JOGADORES BRASILEIROS QUE PASSARAM PELA JSL

JUNINHO

Com boas passagens e títulos por Corinthians (Campeonato Paulista 1983) e Vasco (Taça Guanabara 1986), o ex-zagueiro Juninho esteve na Japan Soccer League. Além disso esteve no time do Yomiuri, campeão na temporada de 1991/92. Ele encerrou sua carreira na equipe japonesa e depois disso foi para a vida de treinador. Comandou equipes como Portuguesa, Sampaio Corrêa e o próprio Corinthians.

Foto:Reprodução/Juninho Fonseca

PAULINHO CRICIÚMA

Paulo Roberto Rocha, conhecido como Paulinho Criciúma, iniciou sua carreira como meio-campista. Como o apelido indica começou sua trajetória em 1970 pelo Criciúma. Jogou por times como Bangu, Botafogo (onde conquistou dois cariocas) e Internacional. Todavia depois de uma passagem apagada pela equipe de Porto Alegre, foi se aventurar no Japão.

Foto: Reprodução/Arquivo Lance/ L!

Assim como Juninho Fonseca esteve na última temporada da JSL, foi jogador do Toyota Motors atual Nagoya Grampus nos anos de 1991/92. Depois de terminar sua carreira no Celaya do México, Paulinho virou treinador e comandou algumas equipes, incluindo o Criciúma. O ex-jogador e ex-técnico foi comentarista esportivo. Trabalhou no canal fechado SporTV até 2017, quando saiu. Atualmente está aposentado do mundo esportivo.

Reprodução/ Marca da Japan Soccer League/ JSL

Avatar
João Miguel Mendonça de Freitas
Sou apaixonado por esportes e resolvi escolher o jornalismo por conta da proximidade que essa profissão me dá do esporte, gosto muito de trabalhar nos meios digitais também e isso me levou a gostar bastante de escrever em sites e blogs.

Artigos Relacionados