O primeiro jogo da Islândia em Copas do Mundo surpreendeu a todos. Muitos hermanos acreditavam que teriam vida fácil no Grupo D ao enfrentar a recém-chegada em mundiais. Porém, a marcação por setor e os ótimos contra-ataques causaram preocupações para La Albiceleste.

A partida que acabou em 1 x 1 teve forte marcação da Islândia, uma ótima atuação do goleiro Halldórsson, eleito o jogador da partida. Os gols foram marcados por Sérgio Agüero aos 18 minutos do primeiro tempo e logo em seguida aos 23 minutos por Finnbogason.

1º TEMPO

Na primeira etapa da partida, a Argentina ficou muito mais tempo com a posse de bola, chegou com mais perigo, porém os islandeses, praticamente, anularam Messi na primeira etapa.

O primeiro gol da Argentina saiu dos pés de Kun Agüero. Aos 18 minutos, Marcos Rojo tentou arriscar de longe, a bola caiu nos pés do atacante do Manchester City que fez o giro e soltou a bomba furando o ferrolho da Islândia.

Porém, os islandeses não se intimidaram e empataram a partida cinco minutos depois. Após chute cruzado de Sigurdsson, o goleirão Willy Caballero deu rebote e a bola caiu nos pés de Alfreð Finnbogason, que empatou a partida.

Após os gols, ambas as equipes tiveram boas chances de aumentarem o placar, entretanto faltou mais eficiência dos dois lados. Aos 41 minutos, a Celeste y blanca reclamou bastante de um toque de mão dentro da área. Salvio entrou na área, tentou fazer o cruzamento, mas a bola bateu intencionalmente no braço do zagueiro Sigurdsson. O juiz entendeu que não houve intenção e seguiu com a cobrança de escanteio.  Os Strákarnir okkar tiveram outra boa chance de aumentarem o placar aos 44 minutos, depois do chute do meio campista Gylfi Sigurdsson.

Agüero faz o primeiro gol da Argentina na Copa do Mundo 2018
Agüero faz o primeiro gol da Argentina na Copa do Mundo 2018 (Reprodução/André Durão/Globo Esporte)

2º TEMPO

Assim como na primeira etapa, a Argentina começou com a posse de bola, mas não conseguiu ser efetiva. Aos três minutos da etapa final, os islandeses pediram um toque de mão do lateral Salvio, mas novamente Szymon Marciniak entendeu que a jogada não foi intencional e deixou o jogo seguir.

Aos 17 minutos, em lance bobo, o lateral  Magnússon derrubou Meza na área e o juiz marcou a infração. O Camisa 10 e capitão Lionel Messi bateu sem muita força colocado no canto direito do arqueiro Halldórsson que fez ótima defesa.

Após ver que a bola não entraria com o time que estava em campo, Sampaoli resolveu sacar Di Maria e colocar o atacante Pavón. Nos primeiros minutos em campo, a revelação do Boca Juniors tentou fazer boas jogadas, cavou um pênalti, mas o juiz não foi no embalo.

Messi tentou se redimir de todos os jeitos, chutando de fora, tentando entrar na área com tabelinhas, mas a forte marcação da Islândia anulou o craque.  Outro que teve um desempenho abaixo do esperado foi Ángel Di María.

Messi chamou a responsabilidade para o pênalti, mas não converteu a cobrança (Reprodução/Getty Images)
Messi chamou a responsabilidade para o pênalti, mas não converteu a cobrança (Reprodução/Getty Images)

E agora?

Como foi o primeiro jogo do grupo D, Argentina e Islândia lideram o grupo com 1 ponto cada. Às 16h (Brasília), Croácia e Nigéria fazem a outra partida e o vencedor pode assumir a ponta do grupo e ter mais tranquilidade no grupo.

Melhores momentos

Avatar
Fernando Morales
Nascido em São José dos Campos, 1994, Fernando Morales é jornalista e pós-graduado em Jornalismo Esportivo pela Universidade Anhembi Morumbi. Apaixonado por esportes, atualmente, é repórter e comentarista esportivo da Web Rádio Poliesportiva e redator do FNV.

Artigos Relacionados