Camisa 3 do São Paulo é inspirada no Uruguai

Inegavelmente, muitos uruguaios cravaram seu nome na história do São Paulo. Seja pelos títulos conquistados ou apenas pelo carisma e garra mostrados em campo. Dessa maneira, mais uma vez, a camisa da seleção uruguaia serviu de inspiração para o Tricolor Paulista. Assim sendo, o 3º uniforme da equipe na atual temporada, 2019/2020, será azul celeste.

As imagens do manto são-paulino foram divulgadas na segunda-feira (5), pelo Footy Headlines. Site amplamente conhecido, por vazar uniformes antes mesmo do lançamento oficial. Certamente o template escolhido foi o Tiro 19, criado pela Adidas, fornecedora de material esportivo do São Paulo desde 2018. No Brasil, a empresa alemã também confecciona as camisas do Flamengo.

URUGUAIOS NO SÃO PAULO

Historicamente, o clube paulista já contou com vários atletas estrangeiros em seu plantel. Jogadores de, praticamente, todo o mundo já defenderam o São Paulo. Não apenas paraguaios, argentinos e colombianos, como também espanhóis (recentemente uruguaios que mais fizeram história no Morumbi, assim, vamos relembrar notórios celestes com passagem no Tricolor.

Emilio Armiñana, natural de Central, em 1930 tornou-se o primeiro atleta uruguaio do São Paulo. Atuando pelo meio-campo, Emilio foi campeão paulista em 1931;

Pedro Rocha, nascido na cidade de Salto, o meia chegou ao Tricolor em 1970 e conquistou o Campeonato Brasileiro de 1977 e os Campeonatos Paulista de 1971 e 1975. Pedro é o maior artilheiro estrangeiro da equipe, com 119 gols anotados;

Pablo Forlán, nasceu em Soriano e desembarcou no São Paulo em 1970. Como são-paulino, foi tri-campeão paulista, 1970, 1971 e 1975. Curiosamente, Pablo, é pai de Diego Forlán;

Darío Pereyra, nascido na cidade de Sauce, rumou ao Tricolor em 1977. Polivalente, atuava na zaga, meio-campo e como volante, não só esteve presente nos títulos brasileiros de 1977 e 1986, como também foi tetra-campeão paulista em 1980, 1981, 1985 e 1987;

Por fim, fechando a lista, natural de Canelones, Diego Lugano chegou no São Paulo em 2003. Considerado o uruguaio mais aclamado entre os torcedores tricolores, só em 2005, Lugano levantou três canecos: Mundial de Clubes, Copa Libertadores e Campeonato Paulista. Fora o Campeonato Brasileiro conquistado em 2006.

Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

Artigos Relacionados