Inglaterra volta a golear Kosovo e vai em alta para a Eurocopa

- No outro jogo do Grupo A, Bulgária surpreende e vence a já classificada República Tcheca
Inglaterra

Neste domingo (17), foram realizadas as partidas válidas pela 10ª rodada do Grupo A das Eliminatórias da Eurocopa. Assim, no Kosovo, a Inglaterra voltou a golear e sapecou 4 x 0 nos donos da casa. Sendo assim, Winks, Harry Kane, Rashford e Mount fizeram os gols da vitória que confirmou a liderança confortável do time inglês. Já na Bulgária, a já classificada República Tcheca perdeu para os Búlgaros pelo placar mínimo de 1 x 0. Dessa forma, Bozhikov decretou o triunfo mandante. Com isso, tudo está consumado no Grupo A.

Com os resultados, a Inglaterra encerrou a participação com 21 pontos na liderança. Assim, mesmo com a derrota, a República Tcheca terminou na 2ª posição com 15 pontos ganhos. Já o Kosovo, bateu na trave e ficou na 3ª colocação com quatro pontos a menos que os Tchecos. Dessa forma, com péssimas campanhas, Bulgária e Montenegro completaram a classificação. Agora, é aguardar até junho para o maior torneio de seleções da Europa.

ELIMINATÓRIAS DA EUROCOPA – GRUPO A – 10ª RODADA

KOSOVO 0 x 4 INGLATERRA

Com posse de bola e melhor nível técnico, a Inglaterra foi superior na etapa inicial. Mas, o Kosovo buscou propor jogo, apesar das limitações. Assim, logo aos 2′, Hadergjonaj trabalhou bola pela ponta, levou para o meio, driblou Winks, deixou Rice na saudade e chutou de fora da área. Sendo assim, a primeira grande chance dos ingleses veio aos 15′. Kane fez o pivô na grande área, rolou na medida para o meio e Sterling mandou um balaço, Muric espalmou. Aos 31′. Chamberlain apareceu no meio e deu toque na boca da área. Winks surgiu, desconcertou Dresevic, Muric caiu e ele bateu firme rasteiro para abrir o placar.

A Inglaterra voltou sonolenta e o Kosovo pressionou. Assim, após escanteio, Berisha experimentou a chapada e Rrahmani cabeceou, Pope tirou com os olhos. Aos 7′, em novo escanteio, Rrahmani entrou rápido na área e cabeceou com perigo. Em seguida, Kane recebeu o rebote de Sterling, após defesa de Muric, e carimbou a trave. Aos 34′, Sterling disputou bola na beirada e alçou na área. Aliti errou a rebatida e Kane, de chapa, guardou nas redes. Na sequência, Sterling passou voando pelo meio e abriu na grande área. Rashford bateu no contrapé de Muric. No fim, Dresevic escorregou na área, Kane rolou para Mount, que não desperdiçou.

BULGÁRIA 1 x 0 REPÚBLICA TCHECA

No primeiro tempo, a República Tcheca não fez um jogo tão vistoso, mas foi superior à Bulgária. Dessa forma, já assustava aos 8′ com Ondrasek batendo no meio do gol para defesa de Nikolaev. Em seguida, nova descida com Sevcik arrematando de cabeça, após cruzamento de Jankto. Aos 26′, Soucek alçou bola na área e Ondrasek subiu para mandar para fora. Na sequência, os mandantes tiveram seu único lance de perigo com Popov arriscando de fora da área. Aos 35′, os visitantes responderam com Soucek de cabeça. Já na reta final, o camisa 15 apareceu na área, novamente, para cabecear com perigo, Nikolaev defendeu.

A Bulgária voltou melhor na etapa final. Após chance perdida pelos Tchecos com Jankto de fora da área, os Búlgaros cobraram falta com Despodov e Bozhikov, de cabeça, mandou para as redes. O gol animou os donos da casa que finalizaram em cobrança de escanteio com Kostadinov. Mas foi só, depois só deu República Tcheca que tentou de todas as formas, mas não conseguiu empatar a partida. Sendo assim, destaque para o arremate de fora da área de Masopust e a cabeçada de Soucek. No último terço do jogo, os visitantes fizeram pressão em busca do gol com Husbauer, Soucek e Dolezal, mas sem êxito.

Foto Destaque: Reprodução  / Carl Recine – Reuters / Globoesporte.com

Ricardo do Amaral

Sobre Ricardo do Amaral

Ricardo do Amaral já escreveu 549 posts nesse site..

"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

365 Scores

BetWarrior


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo