“Independiente” da arbitragem, Corinthians vence na Argentina pela Libertadores

- Alvinegro vai à Argentina, vence seu principal rival no Grupo 7 do torneio continental e “se livra” de erro grave em gol dos argentinos.
Jadson Corinthians

Ótimo resultado! É com esse pensamento que o Corinthians retorna ao Brasil, após vencer o Independiente, da Argentina, pela Libertadores da América. A partida foi disputada nesta quarta-feira, na cidade de Avellaneda, pela terceira rodada do Grupo 7 e terminou em 1 a 0 para os brasileiros. O gol foi marcado pelo corintiano Jadson, mas a equipe argentina teve um gol anulado em falha da arbitragem.

O técnico Alvinegro Fábio Carille não modificou a forma de atuar, mas teve o retorno de um jogador importante: Jadson. Poupado na última partida pelo Campeonato Brasileiro, contra o Fluminense, para melhorar a sua forma física, o meia teve participação decisiva na Argentina. Não foi uma atuação de gala, mas contribuiu para que o Timão vencesse a partida, inclusive marcando o gol da vitória.

Agora o Corinthians é líder do Grupo 7 com sete pontos, seguido pelo Millonarios, da Colômbia, com quatro e os argentinos do Independiente com três. Já a equipe venezuelana Deportivo Lara, está na última colocação com três pontos. Com o resultado positivo, o Timão está perto da classificação e têm dois confrontos em casa para selar a sua vaga, contra o próprio Independiente e com a equipe da Colômbia.

Considerada a partida mais difícil do grupo, as duas equipes fizeram um belo jogo no Estádio Libertadores de América. Tanto os argentinos quanto os brasileiros saíram para o jogo, com boas oportunidades de gols. Na segunda etapa, os dois times procuraram mais o ataque e aos 35 minutos, Jadson marcou para o Corinthians. O meia-atacante Mateus Vital fez belo cruzamento para o camisa 10 cabecear a bola e sacramentar a vitória.

Logo em seguida, aos 41 minutos, o Independiente teve oportunidade de empatar a partida. O volante Fernandéz cobrou falta, mas encontrou o goleiro corintiano Cássio, bem colocado, que espalmou. A jogada continuou e a bola caiu para o atacante Meza chutar. Silvio Romero, bem colocado, conseguiu desviar, marcando para os argentinos. A torcida não teve tempo de comemorar e o árbitro Daniel Fedorczuk marcou impedimento. A marcação foi errada, o jogador estava em posição legal.

Fala professor!

O técnico Fábio Carille deu entrevista após a partida e gostou da postura da sua equipe.

“Foi dentro do que eu esperava. Com muita tranquilidade. Hoje tivemos muita concentração, foi brincadeira o que os jogadores se dedicaram, colocaram a bola no chão. Tenho que falar do sistema todo, o que Rodriguinho e Jadson marcam, Clayson, a marcação lá na frente ajuda muito o sistema defensivo. E o Cássio segue em grande fase” – disse o treinador corintiano.

Veja as estatísticas

Fonte: Footstats

Posse de bola

Independiente 60% / 40% Corinthians

Finalizações certas

Independiente 3 / 3 Corinthians

Finalizações erradas

Independiente 12 / 3 Corinthians

Cruzamentos certos

Independiente 4 / 2 Corinthians

Cruzamentos errados

Independiente 24 / 18 Corinthians

Passes certos

Independiente 456 / 239 Corinthians

Passes errados

Independiente 41 / 41 Corinthians

Lançamentos certos

Independiente 15 / 13 Corinthians

Lançamentos errados

Independiente 14 / 23 Corinthians

Desarmes certos

Independiente 20 / 27 Corinthians

Faltas cometidas

Independiente 17 / 8 Corinthians

FICHA TÉCNICA

INDEPENDIENTE: Campaña; Bustos, Figal, Amorebieta e Gastón Silva; Domingo e Gaibor; Verón (Leandro Fernández), Martín Benítez (Gigliotti) e Menéndez (Meza); Silvio Romero.

Técnico: Ariel Holan.

CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Henrique e Sidcley; Ralf e Maycon; Romero (Júnior Dutra), Jadson (Marquinhos Gabriel), Rodriguinho e Clayson (Mateus Vital).

Técnico: Fábio Carille

Local: Estádio Libertadores de América, em Avellaneda (ARG)
Data-Hora: 18/4/2018 – 21h45
Árbitro: Daniel Fedorczuk (URU)
Auxiliares: Carlos Pastorino (URU) e Richard Trinidad (URU)
Público/renda: Não disponíveis
Cartões amarelos: Bustos e Verón (IND); Fagner e Henrique (COR)
Cartões vermelhos: –
Gol: Jadson (aos 35 minutos do segundo tempo)

Ricardo Valente

Sobre Ricardo Valente

Ricardo Valente já escreveu 30 posts nesse site..

Meu nome é Ricardo Valente, paulistano, radialista formado e amante de futebol.A persistência é a marca da minha vida e o jornalismo está no sangue.Um eterno aprendiz, sempre!

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo Valente
Ricardo Valente
Meu nome é Ricardo Valente, paulistano, radialista formado e amante de futebol.A persistência é a marca da minha vida e o jornalismo está no sangue.Um eterno aprendiz, sempre!

    Artigos Relacionados

    Topo