Hyago França fala sobre temporada e antecipa início de planejamento para 2022

Na noite dessa terça-feira (23), Hyago França, presidente do Confiança, falou em coletiva de imprensa e analisou a temporada do clube. Assim, o mandatário passou a limpo sobre o rebaixamento à Série C do Campeonato Brasileiro, concretizado no último final de semana, além de confirmar o início do planejamento para o próximo ano.

Ademais, o Dragão do Bairro Industrial terá apenas duas competições no seu calendário, visto que são o Campeonato Sergipano e a terceira divisão nacional.

“A temporada de 2022 já começou para o Confiança. Aqui a gente não tem tempo de chorar pelo leite derramado. A gente tem que se planejar já para 2022. Saber o que errou, fiz uma reflexão juntamente com minha diretoria, juntamente com a comissão técnica. Vários pontos do rebaixamento, ele não aconteceu contra a Ponte Preta, ele aconteceu desde o começo do ano. Concretizou contra a Ponte Preta. No final, a gente conseguiu dar uma arrumada, uma arrancada. Mas já foi tarde, porque a gente tentou fazer uma recuperação sempre com a corda no pescoço, tinha que fazer uma campanha de G4, infelizmente em dois jogos que o Confiança falhou, foi o que concretizou o rebaixamento”.

Hyago França confirma interesse em permanência de Luizinho Lopes

A princípio, o presidente afirmou o desejo em continuar o trabalho junto com o treinador Luizinho Lopes. Desde sua chegada o time conquistou fez 16 jogos com seis vitórias, cinco empates e cinco derrotas. Nesse sentido, a melhora no desempenho do clube e a chegada a brigar pela permanência fazem com quer o treinador ganhe prestígio para iniciar o trabalho em 2022. Assim, Hyago França confirmou que quer a permanência, além de manter a base do time.

“Então, alguns dos erros da temporada passada que foi não manter uma espinha, uma base boa, esse ano a gente vai tentar não acontecer esse mesmo erro. Claro que esse ano tem a questão financeira, mas a gente vai tentar manter sempre essa base e ela começa de cima, com o treinador Luizinho, da comissão técnica, que deu certo. E depois, a gente vai começar a chamar jogadores tentar negociar para que possa manter o máximo de jogadores possível para a próxima temporada. O Confiança caiu, o Confiança não tem cota, mas o Confiança tem torcida, tem camisa, tem credibilidade. E muitas das vezes credibilidade vale mais do quer dinheiro”.

Hyago França e a os próximos desafios

Por fim, o presidente destacou o trabalho para a próxima temporada. Assim, avaliou caminhos para iniciar a recuperação do time, além de destacar a evolução do clube nos últimos anos.

“Já peguei o Confiança em uma situação muito pior do que essa. Não vou correr desse desafio, vou encarar esse meu último ano de mandato para que a gente possa encerrar de cabeça erguida. O Confiança tem uma estrutura que nunca teve, estrutura não ganha jogo, mas fica independente de divisão. Então, tenho certeza que quando o jogador decidir ficar no Confiança vai ser por quer aqui tem uma estrutura boa, aqui pode paga pouco, mas paga, honra seus compromissos. Então, o trabalho já começou, não tem tempo de luto. É olhar para frente para que 2022 seja um bom ano para o Confiança”.

Fim de ano e temporada 2022

O Confiança encerra sua temporada no próximo domingo (28), quando entra em campo contra o Remo, a partir das 16h (horário de Brasília). Enfim, a partir disso o time entra no começo do planejamento para 2022, visto que o campeonato estadual se inicia para o Dragão do Bairro Industrial no dia 16 de janeiro, frente ao Freipaulistano.

Foto destaque: Divulgação/Lucas Almeida/ADC

Victor Castro

Deixe um comentário