Nesta segunda-feira (18), a coluna Parabéns ao Craque homenageia o criador do famoso “tiki-taka” espanhol. Sim, ele mesmo, Pep Guardiola, atual técnico do Manchester City. Assim, o comandante fez história em suas passagens pelo Barcelona, Bayern de Munique e respectivamente pela equipe inglesa. Dessa maneira, é considerado por muitos um dos maiores treinadores de todos os tempos, encantando a todos com a magia que seus clubes obtém com a bola no pé.

INÍCIO COMO TÉCNICO ATÉ CHEGAR AO AUGE

Ídolo do Barcelona como jogador, Pep iniciou sua carreira de técnico na equipe B do clube. Assim, assumiu o comando em 2007. Dessa maneira, conquistou a 3ª divisão espanhola, comandando jogadores que mais tarde iria comandar no time principal, como Sergio Busquets e Thiago Alcântara. Desse modo, na temporada 2008/09 assumiu o Barça, substituindo Frank Rijkaard, o resto é história.

O espanhol reformulou o futebol em si, e, a partir dai, os Culés se tornaram espelho para todos os clubes do mundo. Assim, dava gosto de ver os catalães jogarem. Queria ver aula de compactação, posse de bola com média de 70% e pressão a todo instante? Era só assistir os comandados de Guardiola jogarem. E melhor, recheado de craques formados nas categorias de base do Barcelona, entre eles Messi, Iniesta, Xavi

Desse modo, enchendo os olhos dos amantes do futebol, Pep ganhou tudo no comando da equipe. Ao todo, foram 14 títulos. Sendo assim, conquistou Copa do Rei, Supercopa da Espanha, Campeonato Espanhol, Champions League, Supercopa Europeia e Mundial de Clubes. Apesar disto, chamou atenção com suas frases impactantes.

“Odeio o tiki-taka. A posse de bola é apenas um método para ordenar a equipe e desmontar o time adversário. Se não há uma sequência de 15 passes, é impossível fazer uma transição da defesa para o ataque de forma correta”.

Contudo, o Barcelona da “Era Guardiola” reformulou até mesmo a Seleção da Espanha. A base criada para a Copa do Mundo de 2010 possuía diversos atletas que faziam parte do plantel Culé. Assim, a La Fúria sagrou-se campeã naquela edição, conquistando o primeiro e único título do país em mundiais.

SAÍDA DO BARCELONA RUMO À ALEMANHA

O casamento entre Pep e Barcelona chegou ao fim na temporada 2011/12. O técnico alegava que precisa de um tempo longe dos gramados para descansar seu psicológico. Assim, após longo descanso, o espanhol foi anunciado como novo treinador do Bayern de Munique, na temporada 2013/14. Entretanto, a passagem do comandante pelos Bávaros não foi como nos Culés. A principio, Guardiola tentou implantar o mesmo estilo de jogo dos catalães nos alemães. Algo que não deu certo. Dessa forma, chegou a receber duras críticas de Franz Beckenbauer, ídolo emblemático do clube.

Contudo, Pep teve de mudar seu estilo de jogo, deixando a velocidade e implantando as jogadas aéreas. Desse modo, Guardiola conquistou três Bundesligas, duas Copas da Alemanha, uma Supercopa da Europa e um Mundial de clubes. Como no Barcelona, a equipe do Bayern era a base da Alemanha, campeã do mundo em 2014, campanha marcada pelo fatídico 7 x 1.

Com seu contrato prestes a validar na equipe alemã, o espanhol foi comunicado que seu vínculo não seria renovado. Assim, deixou os Bávaros na temporada 2015/2016.

PEP GUARDIOLA PARTE À INGLATERRA PARA FAZER HISTÓRIA…

Após a saída do Bayern de Munique, o Manchester City agiu rápido e anunciou Pep, para comandar os Cityzens a partir de julho de 2016. Assim, a missão de Guardiola na equipe era clara, mudar o patamar do clube no cenário europeu. Afinal, o City era conhecido como “o rico sem títulos”.

A primeira temporada foi de firmamento e trazer reforços pontuais ao Manchester City. Assim, Bernardo Silva, destaque do Mônaco, Ederson e Walker se juntaram ao clube. Dessa forma, criando um elenco forte o sucesso não demoraria a chegar, e foi o que aconteceu. Em 2017/18 os Cityzens marcaram história no futebol inglês. A equipe conquistou a Premier League batendo a marca de 100 pontos na competição, feito único no país.

Com a crescente do Liverpool na Inglaterra, a temporada 2018/19 cravou uma grande disputa entre os clubes. Entretanto, Pep levantou mais um campeonato nacional. Assim, com 98 pontos, um a mais que os Reds, o City sagrou-se campeão. Além disso, Guardiola conquistou duas copas da liga inglesa e uma Supercopa da Inglaterra.

VIDA LONGA A PEP GUARDIOLA

A forma com que o técnico trata uma partida é diferente. Com toda certeza, é o treinador que revolucionou o futebol e fez os amantes da bola apreciassem cada dia mais os clubes em que Pep Guardiola comanda. Parabéns, professor!

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Bruno Reis
Bruno Reis
Prazer! Sou Bruno Reis, de Santo André, ABC paulista. Desde 2001 vivo, choro e sorrio por futebol. Costumo dizer que este esporte nunca será qualquer um, ele muda e transforma vidas, como fez com a minha. Próximo do término do ensino médio, me senti perdido, me perguntava qual seria meu rumo a partir dali. Apesar de não ter dado certo dentro de campo, percebi que tinha chegado a hora de viver do futebol fora dos gramados, como jornalista. Hoje não me vejo longe dessa profissão, virou minha paixão. O que mais amo fazer é escrever e viver dele com todas as minhas forças.

Artigos Relacionados