Na tarde da última quarta-feira (24), em partida válida pela 1ª rodada da La Liga, o Barcelona venceu o Elche por 3 x 0. Assim, Messi foi o destaque do confronto, anotando dois gols. Além do argentino, Jordi Alba fechou o placar. Dessa maneira, em entrevista após o duelo, o lateral-esquerdo ressaltou a luta dos Culés para conseguir o resultado, após uma 1ª etapa abaixo do esperado.

No nível mental, esta vitória nos ajuda muito. Ainda depende dos jogos que faremos até o final da temporada para enfrentarmos a LaLiga. Hoje foi difícil para nós na primeira parte porque eles marcaram forte. Mas no segundo tempo estivemos melhores, marcamos rapidamente o primeiro gol e os espaços foram criados“, disse Alba.

Além disso, o veterano afirmou a tamanha importância dos experientes para o crescimento dos jovens culés.

Como disse o treinador, temos de ajudar os jovens a se sentirem mais confortáveisO que você tem que fazer é lutar até o último minuto e dar alegria ao torcedor.”, ressaltou o atleta.

Por fim, Jordi Alba contrariou parte da imprensa e disse que o Barcelona tem chances de conquistar o título do Campeonato Espanhol.

Sempre dissemos: existe La Liga para nós. De fora, alguns falam que a gente tá fora. Mas dependemos de nós e aquele que menos falhar terá mais chances de vencer este campeonato altamente competitivo“, finalizou Jordi.

O Barcelona ocupa a 3ª posição do Campeonato Espanhol com 50 pontos. Dessa maneira, os catalães voltam a campo no próximo sábado (27) diante do Sevilla, partida válida pela 25ª rodada da competição. Assim, os Culés viajam para visitar a equipe comandada por Julen Lopetegui.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Bruno Reis
Bruno Reis
Prazer! Sou Bruno Reis, de Santo André, ABC paulista. Desde 2001 vivo, choro e sorrio por futebol. Costumo dizer que este esporte nunca será qualquer um, ele muda e transforma vidas, como fez com a minha. Próximo do término do ensino médio, me senti perdido, me perguntava qual seria meu rumo a partir dali. Apesar de não ter dado certo dentro de campo, percebi que tinha chegado a hora de viver do futebol fora dos gramados, como jornalista. Hoje não me vejo longe dessa profissão, virou minha paixão. O que mais amo fazer é escrever e viver dele com todas as minhas forças.

Deixe uma resposta