Sem espaço no Real Madrid, Odegaard treinou na academia, enquanto seus companheiros faziam trabalho no campo. Enquanto isso, um dos principais nomes da Real Sociedad, Willian José está prestes a acertar sua ida ao Wolverhampton, por empréstimo com direito de compra. Ademais, Dembelé deve fazer sua estreia diante do Eibar, nesta quinta-feira (21). Por outro lado, Diego Martínez, técnico do Granada, colocou um ponto final em sua discussão com Unai Emery na beira com campo. Pela Copa do Rei, o Barcelona tenta evitar mais uma zebra na competição. Por fim, Gerard Moreno, lesionado, não atuará pelo Villarreal por cerca de quatro semanas.

CLIMA TENSO NO REAL MADRID…

Nesta quinta-feira (21), o Real Madrid voltou aos treinos após ser eliminado pelo Alcoyano, clube da 2ª divisão da Espanha, pela Copa do Rei. Assim, jogadores que entraram durante a partida foram às atividades. Entretanto, juntamente com a eliminação, as decisões tomadas por Martin Odegaard deixam o clima ainda mais pesado em Madrid. Dessa forma, o meio-campista treinou separado da equipe. Sem espaço, o norueguês pediu para deixar o clube por empréstimo para ter mais minutos em campo. Arsenal e Real Sociedad disputam a contratação do jovem.

WILLIAN JOSÉ RUMO À INGLATERRA

Um dos destaques da Real Sociedad está de saída clube. Assim, Willian José está apalavrado com o Wolverhampton. O centroavante reforçará os Wolves até o fim da atual temporada, com opção de compra por 20 milhões de euros (cerca de R$ 130 milhões). Pela equipe basca, o brasileiro entrou em campo em 170 oportunidades, marcando 62 gols. Por outro lado, a Real mira um substituto para o camisa 9. Dessa maneira, Carlos Fernandéz, do Sevilla, deve chegar por 10 milhões de euros.

MOUSSA DEMBELÉ DEVE ESTREAR NO ATLÉTICO DE MADRID

Contratado junto ao Lyon para suprir a vaga deixada por Diego Costa no Atlético de Madrid, Moussa Dembelé ainda não entrou em campo com a camisa colchonera. Entretanto, recuperado de uma lesão no braço que acompanha o atacante desde a época de Gones, o francês deve estrear nesta quinta-feira (21). Assim, os Colchoneros enfrentam o Eibar fora de casa, pela La Liga. Contudo, o clube almeja disparar na liderança da competição, tendo sete pontos de vantagem para o 2° colocado Real Madrid.

PANOS QUENTES NA DISCUSSÃO

Na tarde da última quarta-feira (20), Villarreal e Granada se enfrentaram pelo Campeonato Espanhol. Assim, a partida teve o placar final de 2 x 2. Entretanto, no decorrer do jogo, a atitude dos técnicos chamou atenção da imprensa. Os treinadores das equipes, Unai Emery e Diego Martínez, discutiram calorosamente na beira do campo. Diante disso, em entrevista coletiva pós-jogo, o comandante dos Granadinistas encerrou a discussão com seu companheiro de trabalho.

“ Futebol é tensão, e o que acontece em campo fica em campo. Do meu ponto de vista, isso não importa. Somos ambos competitivos, o futebol é tensão, cada um luta pelo seu. Infelizmente, talvez na câmera pareça pior do que realmente é e não damos mais importância a isso”, disse o treinador.

BARCELONA ABRE O OLHO PARA NÃO PASSAR VEXAME

Após ver seus rivais, Real Madrid e Atlético de Madrid, serem eliminados precocemente da Copa do Rei, Ronald Koeman relacionou força máxima para o duelo diante do Cornellá, time que eliminou os Colchoneros. Assim, o comandante deu descanso apenas para De Jong e Jordi Alba. Entretanto, o técnico não poderá contar com Messi, suspenso, e Sergiño Dest, recém lesionado. Contudo, os Culés enfrentarão outro adversário, a grama sintética.

https://twitter.com/FCBarcelona/status/1352179132038225921?s=20

BAIXA NO VILLARREAL

Um dos destaques do Villarreal na temporada, Gerard Moreno desfalcará a equipe por cerca de quatro semanas. Assim, o atacante lesionou o sóleo da perna esquerda. Dessa forma, está é a segunda lesão muscular do atleta na temporada. Em outubro de 2020, o jogador ficou fora por um mês após defender as cores da Seleção da Espanha. Em 2020/21, o espanhol entrou em campo 20 vezes e marcou 10 gols com a camisa amarela.

Foto Destaque: Getty Images

Bruno Reis
Bruno Reis
Prazer! Sou Bruno Reis, de Santo André, ABC paulista. Desde 2001 vivo, choro e sorrio por futebol. Costumo dizer que este esporte nunca será qualquer um, ele muda e transforma vidas, como fez com a minha. Próximo do término do ensino médio, me senti perdido, me perguntava qual seria meu rumo a partir dali. Apesar de não ter dado certo dentro de campo, percebi que tinha chegado a hora de viver do futebol fora dos gramados, como jornalista. Hoje não me vejo longe dessa profissão, virou minha paixão. O que mais amo fazer é escrever e viver dele com todas as minhas forças.

Artigos Relacionados