Hiroshi Ochiai

Nesta semana, a coluna Samurais da Bola conta a história de Hiroshi Ochiai. Ele iniciou a carreira no Toshiba SC em 1964. Posteriormente, o jogador se transferiu para o Mitsubishi Motors (atual Urawa Reds) no ano de 1966, onde atuou até o final de sua carreira. Lá, ele se tornou um dos maiores ídolos da história do clube.

PRIMEIRA FASE DA CARREIRA

Primeiramente, Hiroshi Ochiai atuava como meia ofensivo. Sendo assim, a primeira fase da sua carreira foi marcada por uma elevada média de gols. Ele marcou 36 tentos em 56 jogos entre 1966 e 1969. Por consequência, foi artilheiro da JSL em 1969. Vale lembrar que a Japan League Soccer é a competição que antecedeu a J-League.

Certamente, a temporada de 1969 foi um dos pontos mais altos da sua carreira. O então meia ofensivo levou o Mitsubishi Motors ao seu primeiro título na JSL. Com a espetacular marca de 12 gols em 14 aparições, Ochiai conduziu a equipe de Saitama rumo á glória japonesa. Por incrível que pareça, essa não foi a temporada mais artilheira do atleta. Em 1967, ele foi às redes 13 vezes em apenas 14 jogos.

SEGUNDA FASE DA CARREIRA

A partir da década de 1970, Hiroshi Ochiai passou a atuar em posições mais defensivas. Desse modo, o atleta polivalente jogou como zagueiro, lateral e volante até o final da carreira. Assim, ele se consolidou como um dos futebolistas mais importantes do futebol japonês naquele período.

Em síntese, o defensor conquistou mais três títulos de JSL atuando na faixa defensiva do campo. A saber, as conquistas aconteceram nas temporadas de 1973, 1978 e 1982. Além disso, Ochiai foi vice-campeão da então principal competição do futebol japonês em seis oportunidades. Foram elas 1970, 1971, 1974, 1975, 1976 e 1977. O Homem de Ferro ainda conquistou quatro títulos da Copa do Imperador.

DEZ VEZES NA SELEÇÃO DO CAMPEONATO

O futebolista, que nasceu na cidade de Saitama, se tornou um dos maiores orgulhos do seu povo local. Isso aconteceu porque Hiroshi Ochiai foi eleito o melhor jogador de sua posição em incríveis dez temporadas da liga. Ele esteve presente na seleção do campeonato em 1969, quando foi artilheiro e campeão da JSL, ainda como meia ofensivo. Atuando como defensor, figurou entre os 11 melhores por nove temporadas seguidas (1973-1981).

A temporada de 1978 foi a mais importante da carreira do talento nipônico. Ochiai conquistou os três títulos mais importantes do futebol japonês (JSL, Copa JSL e Copa do Imperador). Ainda por cima, foi eleito o melhor jogador do Japão no ano. Por fim, o atleta ficou conhecido como Homem de Ferro por atuar em simplesmente todas as partidas da sua equipe até 1981. Ao todo, jogou 267 vezes pelo Mitsubishi Motors, marcando 56 gols.

SELEÇÃO JAPONESA

O Homem de Ferro defendeu a camisa da Seleção Japonesa em algumas competições importantes. Dessa maneira, ele esteve presente no torneio classificatório para as Olímpiadas de Montreal (1976) e Moscou (1980). Além de disputar a Copa da Ásia em 1974 e 1978. Por fim, Ochiai também participou das Eliminatórias para a Copa de 1978, realizada na Argentina.

O atleta de Saitama disputou 63 partidas pela seleção principal do Japão, marcando nove gols. Devido a sua grande importância para o Mitsubishi Motors e para o futebol japonês, o jogador pertence ao Hall da Fama do país asiático. Inegavelmente, o reconhecimento é mais do que justo. Já que ele atuou no período que precedeu a criação da J-League.

https://twitter.com/oldfootball11/status/1089581893530595330

PÓS APOSENTADORIA

O futebolista nipônico encerrou a carreira como jogador em 1984. Posto isso, iniciou a carreira como auxiliar técnico em 1988, na Seleção Japonesa. A saber, o treinador principal era seu companheiro de Mitsubishi Motors, Kenzo Yokoyama. Em 1992, trabalhou também como assistente no Urawa Reds, sob o comando de Takaji Mori. Após essas oportunidades, Ochiai não ocupou nenhum cargo no futebol.

Foto Destaque: Reprodução/Studio Aupa

Avatar
Igor Brito
Escolhi o jornalismo para poder trabalhar diretamente com futebol

Artigos Relacionados