Hernán Crespo será homenageado pelo River Plate

- Na partida contra o Defensa y Justicia, River entregará uma placa para seu ex-jogador
Hernán Crespo

No próximo sábado, 29, quando o River Plate encarrar o Defensa y Justicia, às 19h40 (horário de Brasília), no Monumental de Núñez, pela penúltima rodada da Superliga Argentina, Hernán Crespo será homenageado pela equipe Millionaria.

Com a entrega de uma placa, o River presenteará Crespo em reconhecimento aos seus trabalhos prestados para a instituição. Cria das categorias de base do clube, entre 1993 e 1996, o atual técnico do Defensa y Justicia fez 62 partidas e 44 gols.

Crespo foi fundamental na conquista da Copa Libertadores de 1996. Na final, contra o América de Cali, após derrota, por 1 a 0, no confronto de ida, na Colômbia, foram dele os dois gols da virada do River Plate, na Argentina.

Aquela, vale lembrar, foi a segunda Libertadores da história do River. Antes disso, o clube havia conquistado a competição em 1986. Mais tarde, em 2015 e 2018, respectivamente, os Millionarios levantaram, respectivamente, o tri e tetracampeonato da América.

Com o sucesso, Hernán Crespo foi vendido ao futebol da Europa. Assim,dos 16 anos em que balançou as redes no Velho Continente, 11 foram na Itália. Por lá, defendeu as camisas de Parma, Lazio, Inter de Milão, Milan e Genoa. Por fim, os outros cinco anos foram dedicados ao Chelsea, na Inglaterra.

Mesmo tendo pendurado as chuteiras em 2012, Crespo não se afastou do mundo futebol. Sendo assim, entre 2014 e 2015, assumiu o comando técnico do time Primavera do Parma. Logo em seguida, agora trabalhando com profissionais, passou por Modena e Banfield. No início do ano, após o pedido de demissão de Mariano Soso, acertou com o Defensa y Justicia.

Imagem destacada: reprodução/Olé

https://twitter.com/NigroFerri/status/1233457573900226561

BetWarrior


Poliesportiva


Pedro Ferri
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

    Artigos Relacionados

    Topo