Guto Ferreira

O Atlético Mineiro segue invicto no Campeonato Brasileiro após derrotar o Ceará por 2 x 0, num jogo que aconteceu no último domingo (16), no Mineirão. Todavia, Guto Ferreira, treinador do Vozão, falou sobre o pênalti marcado para o time mineiro em cima de Marrony. O comandante acredita que a marcação é reflexo da arbitragem brasileira.

Acho que qualquer árbitro brasileiro marcaria o pênalti em cima do VAR. Qualquer árbitro estrangeiro analisaria melhor outras situações, é a questão da cultura do local. Qualquer árbitro brasileiro, pelo simples fato de ter o puxão e a camisa se esticou, marcaria. Se foi suficiente para derrubar o Marrony ou não, é o que os estrangeiros avaliaram, então eu não tenho nada a reclamar porque jogamos no Brasil e não lá fora”, declarou Guto Ferreira.

Nesse sentido, Guto foi bastante ativo durante o jogo, inclusive discutindo com o árbitro da partida. Ademais, o comandante levou um cartão amarelo como punição. Posteriormente, o treinador afirmou que seu time está evoluindo, destacando a postura que os jogadores tiveram diante de um dos melhores times do Brasil.

Acho que o resultado não refletiu o que foi a partida. Acho que fizemos uma partida taticamente muito boa, tivemos alguns detalhes que acabaram fazendo com que a gente fosse derrotado. Mas detalhes mínimos, ofensivos também, nos momentos que podíamos ter feito o gol antes dele, no lance do pênalti. O contra-ataque no segundo gol já foi consequência de quem foi buscar uma situação de gol e acabou tendo que se abrir. Logicamente não saio feliz pelo resultado, mas o desempenho me deixa consciente que o Ceará está trabalhando bem e com certeza vai melhorar”, analisou o técnico.

Sobre os jogadores poupados

Guto Ferreira também foi questionado sobre poupar alguns de seus atletas. Nesse ínterim, o técnico afirmou que vai ser necessário controlar a fisiologia dos jogadores e dar descanso sempre que necessário.

Nem sempre o tempo de recuperação consegue fazer com que você recupere 100%. Você vê que nós jogamos na quarta-feira, tivemos viagem e estamos jogando no domingo 11 horas da manhã. A gente vinha de cinco jogos seguidos mais a comemoração do título da Copa do Nordeste. Tudo isso você tem que colocar na balança, e se você não girar a equipe agora, quando chegar a 27ª, 28ª rodada, se esses jogadores tiverem jogando todas, fatalmente eles correm o risco de entrarem em estafa e aí você vai ter que tirar eles por um bom tempo, se eles não se lesionarem até lá. Então, você fica o tempo todo controlando isso com a fisiologia e poupando quando pode poupar“, finalizou Guto.

Foto destaque: Reprodução/Getty Images

Avatar
Gustavo Silveira
Tenho 21 anos, estou no 6° período de jornalismo e escolhi essa área justamente por conta do esporte. Já tive a vivência nessa área em 2018, quando participei da libertadores feminina que foi sediada na minha cidade. Agi como repórter da beira do campo, participei das coletivas de imprensa, entrevistei jogadoras depois do treinamento e escrevi matérias pós jogo de todos as partidas realizadas. Meu ponto forte é a escrita e me inspiro em pessoas de nome como o Rafael Oliveira que hoje está na DAZN. Não importa o setor, afinal garanto fazer de tudo um pouco desde que seja voltado para o esporte!

Artigos Relacionados