Gustavo Cabral, zagueiro do Pachuca, quer voltar a jogar na Argentina

O zagueiro Argentino Gustavo Cabral, atualmente no Pachuca do México, afirmou que gostaria de defender novamente o clube de Alvellaneda. Em entrevista concedida à rádio “Crack Deportivo”, o atleta confessou que os torcedores do time argentino tem pedido encarecidamente para que ele volte ao clube que o revelou em 2003. Além disso, o defensor de 34 anos de idade possui vasta experiência no futebol sul-americano, com passagens pelo River Plate e o Tecos do México.

Contudo, Gustavo Cabral também é conhecido internacionalmente. O atleta também tem passagens pelo Celta de Vigo e pelo Levante, ambos da Espanha. Em 2003, o zagueiro fez a sua estreia como profissional vestindo a camisa do Racing. Entretanto, ele passou por momentos difíceis no clube. A equipe passava por uma situação muito complicada e brigava pelo rebaixamento. Porém, o atual momento vivido pela equipe dirigida por Sebástian Beccacece faz com que o jogador tenha mais motivação para voltar ao clube que o projetou ao futebol.

“Atualmente o clube está muito bem, cresceu muito e ganha títulos. Dá gosto vê-los jogar e creio que o que é muito importante o que Diego Milito e Lisandro López vem fazendo”, afirma o zagueiro.

Gustavo Cabral elogia Palermo e Edwin Cardona

Apesar dos clamores do hinchas de Alvellaneda, Gustavo Cabral tem se dado muito bem na Terra dos Sombreros. Durante a entrevista que concedeu, o defensor aproveitou para elogiar Martín Palermo, técnico que chegou há pouto tempo no Pachuca e também o seu companheiro de clube Edwin Cardona, ex-Boca Júniors.

“Palermo é um treinador que está sempre muito próximo do jogador, acompanhando o máximo possível. Quem sabe um dia ele não treine o Boca Júniors, seria incrível e ele tem condições”, diz Gustavo Cabral.

Para Gustavo Cabral, Cardona é um craque. Um jogador de muita força física que quando está bem fisicamente e mentalmente, pode fazer a diferença dentro de campo. Dessa forma, os torcedores do Racing esperam ansiosamente por um futuro retorno de seu ídolo. Entretanto, sua idade avançada pode fazer com que esse sonho não seja realizado.

Foto Destaque: reprodução/TycSports

Lucas Vinícius Souza
Meu nome é Lucas Vinicius de Souza. Tenho 24 anos sou formado em jornalismo pela Universidade São Judas Tadeu, apaixonado por esportes, encaro o jogo como a vida, muitas coisas que acontecem no mundo das competições podemos fazer um paralelo com nossa vivência. No ramo da comunicação tenho experiência como Assessor de Imprensa do Sindicato da Construção Civil de São Paulo, Assessor de Imprensa na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo e como redator freelancer na Agência 3xceler. Acredito que a escrita é uma arte, a arte de trazer informação, conselho e direcionamento aqueles que buscam conhecimento.

Artigos Relacionados