Guarani vence Operário e garante permanência na Série B

- Os três pontos do Bugre fazem com que a equipe afaste de vez chances de rebaixamento
Guarani Operário

Neste sábado (16), pela 36ª rodada da Série B, Guarani e Operário se enfrentaram com objetivos distintos na tabela, no estádio Brinco de Ouro da Princesa. Primeiramente, o Bugre visava espantar qualquer chance de rebaixamento para a Série C. Por outro lado, o Fantasma queria sonhar ainda com o acesso a Série A. Quem sorriu foi a torcida Alviverde. Com gol de Diego Cardoso, o time paulista venceu os paranaenses por 1 x 0. Dessa forma, os campineiros chegaram a 11ª colocação com 44 pontos e garantiram permanência na segunda divisão em 2020. Já o Alvinegro se mantém com 49 pontos na 9ª posição e apenas cumpre tabela na competição.

1º TEMPO

Foi um primeiro tempo movimentado. Dessa forma, ambas as equipes tiveram oportunidades. Primeiramente, o Operário chegou com Índio e Rafael Chorão, aos cinco' e seis', respectivamente, mas não teve sucesso. Por outro lado, o Bugre chegou ao ataque aos oito' com Diego Cardoso, que acertou a trave e aos 11′, com Arthur, onde teve bela intervenção do goleiro Rodrigo Viana. O Guarani começou a ter as melhores chances da partida. Aos 25′, foi a vez de Luiz Gustavo quase marcar. Porém, Jardel tirou em cima da linha.

Aos 32′, aconteceu o lance mais importante do jogo. Rondinelly recebeu e invadiu a área. André Luiz, que substituiu Rodrigo Viana lesionado, saiu do gol e na tentativa do jogador bugrino, o goleiro cometeu penalidade máxima. Dessa forma, Diego Cardoso partiu para a cobrança e colocou os campineiros a frente do placar. Ainda, antes do intervalo, Luiz Gustavo teve nova chance após cabeçada, mas arqueiro do Fantasma conseguiu a defesa. Fim de jogo na primeira etapa e vitória do Guarani sobre o Operário por 1 x 0.

2º TEMPO

Na segunda etapa, o Guarani decidiu se retrair mais, dando a bola para o Operário. Além disso, o Bugre teve um jogador a menos. Aos 14′, Marcelo foi com a sola da chuteira na costela de Maílton, e foi expulso. Dessa forma, o Fantasma foi para cima. Com isso, teve as melhores chances, como aos 18′, quando quase marcou após cobrança de falta. Aos 35′, foi a vez de Marcelo, só que o da equipe paranaense arriscar, mas sem sucesso. Enfim, final de jogo em Campinas e vitória paulista sobre os paranaenses por 1 x 0. O Guarani se salva do rebaixamento com o resultado.

E AGORA?

Guarani e Operário voltam a campo no decorrer da semana para a disputa da 37ª e penúltima rodada da Série B. Primeiramente, o Fantasma recebe o Vitória, no estádio Germano Kruger, em Ponta Grossa, na terça-feira (19), às 21h30 (horário de Brasília). Por outro lado, o Bugre recebe o América-MG novamente no Brinco de Ouro da Princesa, na sexta-feira (22), às 21h30 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Divulgação/Raphael Silvestre/Guarani

Caíque Ribeiro

Sobre Caíque Ribeiro

Caíque Ribeiro já escreveu 513 posts nesse site..

Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 20 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

BetWarrior


Poliesportiva


Caíque Ribeiro
Caíque Ribeiro
Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 20 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

Artigos Relacionados

Topo