Guarani bate Paraná e deixa o Z4 da Série B

- Com a vitória o Burgão venceu quatro em cinco jogos e tirou a chance do Tricolor entrar no G4
Guarani

Na manhã deste sábado (21), Guarani recebeu o Paraná no estádio Brinco de Ouro, partida válida pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B, e venceu pelo placar de 1 x 0. Mesmo com um gol mal anulado no início da etapa final, o Bugrão marcou com o atacante Michel Douglas aos 30′ do segundo tempo. Com o resultado positivo, os donos da casa conseguiram escapar da lanterna, enquanto o Paraná, perdeu a chance de entrar na zona de acesso para a Série A do ano que vem.

PRIMEIRO TEMPO

A etapa inicial da partida foi bastante pegada e com poucas oportunidades para ambos os times. Logo antes do primeiro minuto de jogo houve uma falta de Éder Sciola em Arthur Rezende onde já se desenhava um primeiro tempo sem grandes emoções. Jogando em casa e precisando vencer, o Bugre tentou colocar ritmo ao jogo mas sem muito sucesso.

Mas as melhores chances criadas foram do Paraná. O primeiro chute foi aos 6′ com Jenison que de longe chutou um foguete, a bola foi em direção ao gol, e obrigou o goleiro, Klever, a desviar com as pontas dos dedos. Sabendo que com a vitória poderia entrar no G4 o Tricolor assustou mais uma vez com Bruno Rodrigues. Que recebeu um lançamento e partiu para cima do zagueiro, conseguiu driblar e chutou de fora. A bola passou raspando a trave e foi direto para linha de fundo.

O Guarani respondeu imediatamente. Aos 16′ Bidu bateu a falta na direita, Jhony Santiago desviou e a bola balança a rede do lado de fora. Depois o jogo ficou bastante pesado, com muitas faltas e poucas chances de gols para as equipes. Só na etapa inicial cinco jogadores ficaram pendurados na partida.

SEGUNDO TEMPO

A princípio, a etapa final foi muito diferente do inicio do jogo. Os dois times saíram mais e criaram mais oportunidades. Logo no primeiro minuto, o Guarani balançou as redes mais o assistente marcou impedimento no lance. Lenon fez o cruzamento e Igor Henrique desviou de cabeça, a bola achou Davó que ajeito e chutou para marcar. Mas no replay deu para ver que a posição era legal.

Logo depois de muita confusão por conta do impedimento mal marcado, o Paraná saiu no contra-ataque aos 14′, a bola sobrou para Guilherme Santos que chutou cruzado, mas explodiu em cima do zagueiro. Aos 23′ quase saiu o primeiro gol do Tricolor. Pimentinha recebeu um cruzamento rasteiro, o atacante ajeitou a bola e chutou colocado no canto que passou muito perto da trave. Mas quem abriu o placar foram os donos da casa.

Aos 30′ Lenon tocou na linha de fundo para Arthur, que cruzou na medida para Michel e antecipou da marcação. O atacante com a perna esquerda fez o desvio e para abriu o placar em Campinas. Por conta do gol sofrido, o Paraná saiu para tetar buscar o empate, e ele quase veio aos 39′. Fernando Neto levantou dentro da área, Leandro Almeida desviou de cabeça e o goleiro pulou na gaveta para fazer a defesa.

E AGORA?

Com a vitória o Guarani saiu da lanterna e foi para a 15ª colocação do Campeonato Brasileiro Série B. Com 25 pontos, o Bugrão venceu quatro em cinco jogos e fez o time ganhar cinco posições. O próximo jogo do Bugre vai ser contra o Criciúma, na próxima terça-feira (24), no estádio Brinco de Ouro, às 19h15 (de Brasília). Por outro lado, o Paraná perdeu a chance de entrar no G4 e estacionou nos 33 pontos ocupando a 8ª colocação. Dessa forma, o Tricolor voltará aos gramados na quarta-feira (25), contra a Ponte Preta no estádio Vila Capanema, às 19h15 (de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Gabriel Gonçalves

Sobre Gabriel Gonçalves

Gabriel Gonçalves já escreveu 112 posts nesse site..

Formado em jornalismo, escolhi esse caminho pois gosto de contar histórias para as pessoas. Apaixonado por esportes, agradeço ao meu avô por ter colocado o futebol na minha vida.

BetWarrior


Poliesportiva


Gabriel Gonçalves
Gabriel Gonçalves
Formado em jornalismo, escolhi esse caminho pois gosto de contar histórias para as pessoas. Apaixonado por esportes, agradeço ao meu avô por ter colocado o futebol na minha vida.

    Artigos Relacionados

    Topo