Dois dos favoritos ao título do Campeonato Brasileiro vão se enfrentar nesta quarta-feira, às 21h45, em Porto Alegre. O Grêmio, que possui 16 pontos, recebe o Palmeiras, com apenas dois pontos a menos. O líder, Flamengo, tem 20 pontos. E não é só isso, esse confronto opõe a equipe gremista, tida como a que apresenta o futebol mais bonito do Brasil, e o time palmeirense, recheado de atleta de renome e mais caro do Brasil. A noite gaúcha ainda guardará um reencontro. Jogador no anos 90 e ex-treinador do clube, Roger Machado enfrenta o Grêmio pela primeira vez após sua saída, em 2016.

GRÊMIO

Após vencer o Bahia e saltar seis posições na tabela. O Grêmio chega ao duelo com o Verdão no embalo de dez partidas de invencibilidade. Mas o retrospecto não diminui a missão de alavancar o aproveitamento em casa, após ter somado uma vitória e três empates sem gols até aqui.

“(O Palmeiras) vai querer ganhar fora de casa, porque sabe da importância. Vai ser uma partida aberta, bonita. É uma equipe perigosa, que vai para cima e, por isso, pode ser um jogo bom de assistir. Esperamos sair com a vitória”, afirmou o experiente Léo Moura.

O atacante Luan, recuperado de problema físico, retorna diante do Palmeiras (Divulgação/Lucas Uebel/Grêmio)

A equipe de Renato Portaluppi contará com os retornos de Léo Moura, o meio-campista Arthur e o atacante Luan, recuperados de recentes problemas físicos, devem ficar à disposição. Já Ramiro, com dores no tornozelo esquerdo, pode acabar vetado. Há expectativa de um jogo “aberto”, sem retranca armada pelo Palmeiras – algo que tem freado o Tricolor na temporada.

Provável escalação: Marcelo Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann e Bruno Cortez; Arthur, Maicon, Lima (Ramiro), Luan e Everton; André. Técnico: Renato Gaúcho.

PALMEIRAS

A vitória no clássico contra o São Paulo, por 3 a 1, amenizou a pressão sobre o Palmeiras, especialmente sobre Roger Machado. E agora o time tenta ganhar embalo contra um dos principais concorrentes ao título. Por característica, o Verdão promete ser agressivo contra o Grêmio, fugindo da estratégia que rivais vêm adotando na arena do clube gaúcho.

Com uma lesão na coxa direita, o atacante Keno é desfalque certo. Assim como o lateral esquerdo Diogo Barbosa, com um edema no mesmo local, e o zagueiro Antônio Carlos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, além do centroavante Miguel Borja, a serviço da Colômbia.

“É um jogo que requer uma estratégia diferente, porque eles são muito regulares e um dos melhores times do Brasil, além de uma equipe que gosta de ficar com a bola. Tenho certeza que o Roger vai ver uma estratégia eficiente, mas a gente tem que ter dedicação e querer vencer, sabendo agredir no momento certo”, analisou Willian.

Com Borja a serviço da Colômbia, Willian segue como titular do Palmeiras (Divulgação/Cesar Greco/Palmeiras)

Diante dos desfalques, Roger Machado deve escalar Victor Luis como titular na ala esquerda e Thiago Martins, no miolo de zaga. No ataque, a tendência é que a vaga fique com o ascendente Hyoran. Marcos Rocha, livre de suspensão, volta no lugar de Mayke e Moisés, após boa atuação contra o São Paulo, pode manter Lucas Lima no banco.

Provável escalação: Jaílson; Marcos Rocha, Edu Dracena, Thiago Martins e Victor Luis; Felipe Melo, Bruno Henrique e Moisés; Hyoran, Dudu e Willian. Técnico: Roger Machado.

RETROSPECTO

São 67 jogos pelas competições, com vantagem para o time paulista. São 31 vitórias do Verdão contra 22 empates e somente 14 vitórias dos gremistas.

  • Palmeiras 4 x 3 Grêmio (Brasileiro, 2016)
  • Grêmio 0 x 0 Palmeiras (Brasileiro, 2016)
  • Palmeiras 1 x 0 Grêmio (Brasileiro, 2017)
  • Grêmio 1 x 3 Palmeiras (Brasileiro, 2017)
Matheus Carvalho
Sou Matheus Carvalho, carioca, tenho 20 anos e curso Jornalismo. O esporte sempre esteve na minha vida e provavelmente sempre estará. E como todo brasileiro sou apaixonado por futebol

Artigos Relacionados