Com um jogador a menos, Grêmio vence o Botafogo pelo Brasileirão

- Diego Souza abriu o marcador, mas foi expulso por agressão na segunda etapa
Grêmio 3 x 1 Botafogo

Nesta quarta-feira (14), Grêmio e Botafogo se enfrentaram pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro na Arena do Grêmio. Em jogo animado, a primeira etapa terminou com um gol para cada lado. Diego Souza abriu o marcador em favor dos donos da casa, enquanto Matheus Babi empatou a partida. Por outro lado, o camisa 29 da  foi expulso no início da 2ª etapa e Pepê  marcou duas vezes, selando a vitória dos gremistas por 3 x 1.

1° TEMPO

Apesar de jogar fora de casa, o Botafogo se impôs nos minutos iniciais. Aos 2’, o Alvinegro quase abriu o placar. Após rebatida da defesa do Grêmio, Caio Alexandre chegou batendo de fora da área e a bola passou com perigo à direita do arqueiro adversário. Todavia, a resposta dos mandantes aconteceu aos 6’. Em cobrança de escanteio, Alisson ficou com a bola e finalizou em cima de Diego Cavalieri. Com o time fechado na defesa, o Glorioso deixou Pedro Raul mais livre. Como consequência, o camisa 9 tocou de calcanhar após passe de Matheus Babi, mas Vanderlei defendeu sem grandes dificuldades.

Errando muitos passes, o clube carioca acabou se perdendo na partida. Em continuidade, aos 33’, Robinho cruzou para Alisson que cabeceou e Diego Souza escorou para o fundo das redes. Por conseguinte, aos 40’, Matheus Babi, após seis jogos sem marcar, empatou a partida. Ademais, foram distribuídos dois cartões amarelos (um para cada equipe), bem como três finalizações (duas em favor do Grêmio e uma para o Botafogo). Em síntese, o Tricolor Imortal teve 67% de posse de bola.

2º TEMPO

Com os ânimos afloramos, a segunda etapa começou agitada. Aos 2’ Diego Souza tocou para Pepê finalizar de perna esquerda e colocar o Tricolor novamente na frente. Por conseguinte, aos 6’, o atacante camisa 29 foi expulso por agressão em Guilherme Santos. O Botafogo tentou pressionar o Grêmio, enquanto a equipe tricolor apostou nos contra-ataques rápidos. Mesmo com um jogador a menos, o time sulista foi atrás de ampliar o marcador. Aos 20’, Victor Ferraz tocou para Pepê tirar de Cavalieri e aumentar a vantagem.

Buscando velocidade, o técnico Bruno Lazaroni substitui Caio Alexandre por Lecaros. Todavia, os erros de passe da equipe carioca eram evidentes. Aos 31’, Babi recebeu na direita e rolou para Kalou, que livre na entrada da área isolou e mandou por cima do gol de Vanderlei. Em continuidade, o jogo permaneceu parado. O Grêmio se fechou e soube valorizar a posse de bola, deixando o tempo correr. Ademais, o Alvinegro não soube aproveitar a segunda etapa com um jogador a mais, detendo apenas 49% de posse de bola.

GRÊMIO X BOTAFOGO – E AGORA?

Com a vitória, o Grêmio passou a assumir a 10ª posição com 20 pontos, enquanto o Glorioso perdeu uma posição (14ª) com 18 pontos. Por conseguinte, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Tricolor Imortal duelará contra o São Paulo, 4° colocado com 26 pontos, no próximo sábado (17). A partida acontecerá às 21h (Horário de Brasília) no Estádio Morumbi. Ademais, o Alvinegro enfrentará o Goiás, lanterna da competição com nove pontos, na próxima segunda-feira (19) no Estádio Nilton Santos, às 20h.

Foto destaque: Reprodução/Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Iara Alencar

Sobre Iara Alencar

Iara Alencar já escreveu 114 posts nesse site..

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Alagoas, apaixonada por esportes e com pretensão de alavancar na carreira de assessoria de comunicação ou imprensa, precisamente no âmbito esportivo (futebol de preferência). O objetivo é aperfeiçoar a construção dos textos, a fim de sair da zona de conforto dos gêneros que estou habituada a escrever (reportagens e artigos opinativos), além de abranger meus conhecimentos pessoais e profissionais. Tenho 23 anos, sou bastante comunicativa, perfeccionista em suas limitações e persistente em tudo o que faço.

BetWarrior


Poliesportiva


Iara Alencar
Iara Alencar
Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Alagoas, apaixonada por esportes e com pretensão de alavancar na carreira de assessoria de comunicação ou imprensa, precisamente no âmbito esportivo (futebol de preferência). O objetivo é aperfeiçoar a construção dos textos, a fim de sair da zona de conforto dos gêneros que estou habituada a escrever (reportagens e artigos opinativos), além de abranger meus conhecimentos pessoais e profissionais. Tenho 23 anos, sou bastante comunicativa, perfeccionista em suas limitações e persistente em tudo o que faço.

    Artigos Relacionados

    Topo