Grêmio começa a se preparar para a Série B

O Grêmio retornou oficialmente as atividades para a temporada de 2022. Nesse sentido, um dos primeiros trabalhos que o clube terá, mais especificamente a diretoria, será ajustar os contratos dos jogadores dentro do texto salarial imposto pelo Série B.

Com o planejamento de cortar gastos para a temporada de 2022, o Grêmio busca reajustar o contrato de seus atletas. A tendência é que isso aconteça até com os “mais experientes”.

A projeção feita pelo clube é de resultados progressivos durante o primeiro trimestre e que a folha paga no dia 20 de abril já reflita todas as renegociações e cortes feitos para 2022. Segundo o presidente Romildo Bolzan, as conversas iniciaram ainda na última semana com os jogadores.

O mandatário, por sua vez, não confirmou os nomes, mas espera-se que Geromel, Kannemann, Douglas Costa e Diego Souza sejam os primeiros. Ainda assim, Romildo não descarta a possibilidade de alguns jogadores deixarem a equipe, como aconteceu com Rafinha, Alisson e Jean Pyerre. O nome da vez poderá ser Diego Churín. O centroavante, a princípio, tem um salário considerado “alto” para a realidade da Série B. Além disso, não faz parte dos planos do técnico Vagner Mancini para a temporada que se inicia.

A queda para a segunda divisão resultou na diminuição de receitas para esta temporada. Por fim, a meta do clube é reduzir pela metade a folha salarial de 2021, que ficava em torno de R$ 15 milhões para R$ 7 milhões.

Foto destaque: Divulgação /  Lucas Uebel / Grêmio

André Merice
Sou somente mais um louco apaixonado por futebol! 

Deixe um comentário