Japão proibe entrada de atletas estrangeiros no país

Segundo publicado pela agência de notícias japonesa, Kyodo News, nessa quinta-feira (14). O governo do Japão suspendeu a permissão que liberava atletas estrangeiros a entrar no país. Sendo assim, a medida faz parte de uma série de regras mais rígidas para controlar a crescente no número de casos da covid em terras nipônicas.

Medidas no Japão

No dia 28 de dezembro do ano passado, o Governo japonês anunciou a descoberta da variante do novo coronavírus. Nesse sentido, as autoridades proibiram a entrada de visitantes que vinham de lugares onde também tinham casos da nova cepa. No entanto, havia uma condição especial a atletas desses países. Logo, visando uma boa preparação para os jogos Olímpicos e Paralímpicos, os esportistas tinham a permissão de desembarcar no país asiático.

Contudo, conforme o anúncio dessa quinta-feira (14), feito pelo governo, a entrada no país está proibida a todas as nações do globo. Logo, também  comunicou que a condição especial aos atletas está suspensa. Dessa forma, nenhum esportista que não seja japonês ou não tenha status de residência no país, poderá entrar lá. Por fim, as novas regras de restrições são válidas até o dia 7 de fevereiro.

J-League

A medida afeta diretamente aos clubes da J-League, que começa em fevereiro. Logo, nesse momento em que as equipes buscam melhorar o seu elenco, a nova regra os limitam na hora de pensar em reforços. Nesse sentido, somando as 20 equipes que participarão do torneio nesse ano, irão atuar no Campeonato mais de 90 estrangeiros, sendo 45 brasileiros.

Dessa forma, é evidente que o Japão importa muitos atletas do Brasil. Nesse sentido, nos últimos dias, foi anunciado que alguns jogadores como Lincoln, Arthur Caíke e Willian Matheus, irão jogar a J-League. No entanto, com a nova medida, terão problemas para entrar no país. Sendo assim, não se sabe se a nova regra mudará os planos dos clubes. Logo, é preciso esperar, e ver que atitude as equipe irão tomar.

Foto Destaque: Reprodução/Michael Gaida/Pixabay

Pedro Lopes
Nasci e cresci em Minas Gerais, e aqui realizo um sonho cursando jornalismo na Universidade Federal de Viçosa. A paixão pela comunicação junto com o esporte me move a buscar um futebol cada dia mais democrático.

Artigos Relacionados