Gonzalo Higuaín

Gonzalo Higuaín segue com o futuro em aberto. Nas últimas horas, informações da imprensa italiana dão conta que o centroavante argentino teria os dias contados na Juventus.

Após a eliminação para o Lyon na UEFA Champions League e, por conseguinte, a demissão de Maurizio Sarri, a diretoria da Vecchia Signoria, rapidamente, efetivou Andrea Pirlo como técnico da equipe principal.

De acordo com a Sky Sports, Pirlo, em um de seus primeiros atos, telefonou para todos os atletas do atual plantel que não irão fazer parte dos planos da temporada 2020/2021. Higuaín, juntamente com os meio-campistas Sami Khedira e Blaise Matuidi, estão entre esses nomes. Aliás, Matuidi já está de saída para o Inter de Miami, equipe gerenciada por David Beckham.

Dessa maneira, restando pouco mais de seis meses para o final do vínculo do argentino, a Juventus enxerga com bons olhos o rompimento do contrato, mediante ao pagamento de uma multa nele estipulada.

Nesse cenário, uma possibilidade seria o retorno de Higuaín ao futebol argentino e, portanto, ao River Plate. Porém, por hora, ela é considerada improvável.

Assim, Higuaín poderia ter o mesmo destino de Matuidi: a MLS. Nos Estados Unidos, uma das equipes interessadas em Pipita seria o Los Angeles Galaxy.

Gonzalo Higuaín é cria da base do River Plate. Entre 2005 e 2007, o centroavante defendeu La Banda Roja em 33 partidas, tendo anotado 15 gols. Além de River e Juventus, Higuaín soma passagens também por Real Madrid, Napoli, Milan e Chelsea.

Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados