Goleiro e jovem lateral do Corinthians reforçam a Ponte. (Foto destaque: Divulgação/Rodrigo Coca/Ag.Corinthian)

Em primeiro lugar, além do zagueiro Léo Santos, do volante Matheus Jesus, do meia Fessin, em 2022, a Ponte Preta vai ter no elenco mais dois jogadores com ligação ao Corinthians. Bem como, o goleiro Caíque França e o lateral Igor Formiga também vão defender as cores da Macaca.

Ou seja, Caíque, de 26 anos, chega em definitivo após o fim de contrato com o Timão. Por outro lado, Igor Formiga, de 22 anos, será emprestado, a princípio, apenas para a disputa do Paulistão.

Nesse sentido, Caíque e Igor fazem parte de uma leva de até cinco acordos que a Macaca pretende anunciar nos próximos dias. Ainda assim, os jogadores já estão no Majestoso, mas o clube ainda espera o resultado dos exames e os últimos detalhes burocráticos para oficializar os acertos. Vale lembrar, Léo Santos, Jesus e Fessin foram transferidos até dezembro.

Goleiro e jovem lateral do Corinthians reforçam a Ponte

Contudo, Caíque França, formado na base do Corinthians disputou 15 jogos entre os profissionais, e foi titular na reta final do título brasileiro de 2017. Desse modo, chegou a ser emprestado ao Oeste para ter mais rodagem e agora tenta novos ares na carreira.

Todavia, com Ivan como dono absoluto da meta da Macaca, o arqueiro vai disputar com Ygor Vinhas a condição de reserva imediato. Bem como, as partes vão assinar contrato de um ano.

Porém, Igor Formiga tem vínculo com o Corinthians até outubro de 2022 e chamou a atenção na base depois de se destacar no Brasileirão de Aspirantes em 2020. Do mesmo modo, o jovem passou por uma cirurgia no menisco no ano passado, fez todo o tratamento da lesão no profissional do Timão, mas retornou ao sub-23 na sequência. Enfim, agora terá oportunidade de mostrar serviço com a camisa da Ponte.

 

Foto destaque: Divulgação/Rodrigo Coca/Ag.Corinthians

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário