Gol!

Por muitas vezes, o sonho de todo o garoto quando criança é se tornar um jogador de futebol. Além disso, em vários locais do mundo, principalmente na América Latina, o único meio de ter uma ascensão social é pelo esporte. Então, na edição da coluna Futflix dessa semana, nossa indicação cultural é uma maratona. A trilogia Gol! conta a fundo a história de Santiago Muñez (Kuno Becker), um garoto habilidoso, mas de uma família pobre, que persegue seu sonho de se tornar jogador profissional. Os dois primeiros filmes contam a trajetória do atleta desde o início de sua carreira, até seu auge. A terceira produção mostra o maior brilho para um futebolista: a Copa do Mundo.

ATENÇÃO: O TEXTO POSSUI ALGUNS SPOILERS. CASO NÃO QUEIRA PERDER SUA EXPERIÊNCIA, ASSISTA O FILME E VOLTE DEPOIS PARA LER

GOL!: O SONHO IMPOSSÍVEL (2005)

No primeiro filme da trilogia, que é dirigido por Danny Cannon, nos é apresentado o grande protagonista: Santiago Muñez (Kuno Becker). Jovem, Santiago pratica futebol sempre ao seu tempo livre, mas devido a pobreza de sua família, o futebol para ele é apenas um divertimento. Assim, ele trabalha para ajudar nas despesas de sua casa. Até que em mais uma partida de sua pequena equipe de Los Angeles, Muñez é observado pelo Glen Foy (Stephen Dilane), ex-jogador do Newcastle e empresário.

Glen fica impressionado com o futebol apresentado por Santiago e tenta de todas as formas conseguir um teste para o mexicano nos magpies. Enfim, o empresário consegue essa seletiva, e Muñez deixa sua família, com muitas desavenças ao seu pai, que nunca o apoiou na carreira como atleta, e assim, vai viver o seu sonho, com a ajuda de sua avó (Mirian Colon).

Na Inglaterra, Santiago Muñez percebe todas as dificuldades para se tornar um jogador de futebol, assim como muitos outros jovens sonhadores encontram, e muitas vezes, não conseguem seguir sua carreira. Porém, o mexicano está disposto a mostrar serviço, e passa por todos os maiores empecilhos para se tornar um atleta . Além disso, a medida que ganha destaque no Newcastle, subindo de posição no elenco, Santiago precisa conciliar suas duas vidas: a pessoal e a profissional.

Destaque para Roz Harrison (Anna Friel), por quem Muñez se apaixona, e Gavino Harris (Alessandro Nivola), uma espécie de estrela Bad Boy do time, que ajuda Santiago a se manter na Inglaterra. Como dito anteriormente, o mexicano passou por grandes empecilhos para se manter no elenco. Além disso, precisa conviver com a sua relação familiar conturbada com seu pai, e é surpreendido com fatores. Entretanto, isso só deixa o jogador mais motivado, ganhando destaque no Newcastle.

GOL! 2 : VIVENDO O SONHO (2007)

O segundo filme da saga Gol!, dirigido por Jaume Collet-Serra começa a partir dos acontecimentos do primeiro longa. Sendo assim, com seu sucesso no Newcastle, Santiago Muñez, assim como toda a estrela que desperta, chama a atenção de grandes clubes da Europa. Com isso, o mexicano segue rumo ao Real Madrid, e realiza um dos maiores sonhos de sua infância, que era jogar no clube galático. Enfim, o atleta, como diz no título da produção, começa a viver o sonho, disputando a UEFA Champions League.

Assim, jogando em um dos maiores clubes do mundo, certamente vem a fama, a luxúria, a mídia, e o estrelado. Dessa forma, o maior desafio de Santiago no Real Madrid não é apenas provar seu valor no clube. Com a transferência, Muñez tem que saber lidar com a vida fora das quatro linhas, com mais dinheiro e publicidade, e com o mundo olhando suas ações.

Além disso, o mexicano vive divergências com sua agora noiva Roz, a soberba vindo a cabeça, gerando conflitos com seu empresário Glen e também, novos conflitos com a família, descobrindo que parte dela mora na Espanha. Enfim, o camisa 30 merengue no filme precisa dar sua volta por cima dentro de campo.

GOL! 3: O JOGO FINAL (2009)

Qual jogador que nunca sonhou em disputar uma Copa do Mundo? O Mundial de seleções é o ápice da carreira de um futebolista, e o terceiro e último filme da trilogia Gol!, dirigido por Andrew Morahan embarca nessa aventura. Dessa forma, o protagonista dos dois primeiros longas, Santiago Muñez retorna com a seleção mexicana. Porém, como coadjuvante. O estrelato fica mesmo para a dupla do English Team Charlie Braithwaite (Leo Gregory) e Liam Adams (J.J Field).

Assim, além do âmbito desportivo de chegar a uma Copa do Mundo, e também ter as maiores decepções por estar fora dela, o filme também reserva a concentração de um atleta para esse torneio. Seu foco, e como aspectos extra-campo podem afetar diretamente em seu desempenho. Liam vive problemas pessoais envolvendo vícios e sua família, enquanto Charlie é abalado por um acidente, mas vive feliz com seu grande amor.

No entanto, Muñez vive o contrário, ao sofrer uma lesão que muda seus rumos, mas se mostra um jogador experiente, aprendendo com seus erros nos últimos dois longas. Enfim, a saga final mostra todas as superações em campo e pessoais de um atleta, dentro da maior competição de futebol do planeta. Essa foi a recomendação da coluna Futflix dessa semana. Embarque nessa aventura em busca do sonho, até o ápice maior.

Foto destaque: Reprodução/Apple TV

Caíque Ribeiro
Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 20 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

Artigos Relacionados