Goiás: Harlei fala sobre planejamento para 2022

Em entrevista concedida ao Programa Feras do Esporte, da Rádio Bandeirantes, o vice-presidente do Goiás, Harlei Menezes, projetou a temporada de 2022.

QUAL O PLANEJAMENTO VISANDO AS COMPETIÇÕES?

“Primeiramente, precisamos voltar a ser sólidos numa Série A, conseguir uma sequência, para que o torcedor volte a sentir a credibilidade. Eu tenho uma relação muito boa com o presidente do Fortaleza, pelas diversas vezes que fui representar a presidência nos eventos da CBF. Assim, como as cadeiras são em ordem alfabética, a gente sempre sentava um ao lado do outro e trocava muitas ideias. Além disso, ainda pela Série A, fomos treinar no CT do Ceará, e também conversei com o presidente do time. Patamar altíssimo, salários de R$ 250 mil, R$ 300 mil. Inclusive, na época, o presidente estava se desfazendo do Rafael Sóbis, com um salário de R$ 300 mil. Portanto, precisamos chegar a esse patamar, o futebol precisa disso. Entretanto, temos que nos solidificar primeiro. Assim, precisamos de pés no chão para depois alçarmos voos mais altos”, disse.

O GOIÁS CONTRARÁ JOGADORES?

“Temos que contratar dois ou três jogadores com um patamar maior, com um pouco mais de bagagem, desde que se encaixem no nosso perfil […] Se você começar a contratar muito atleta de Série B, vira dúvida: “será que aguenta uma Série A?”. No entanto, o Edminho deu o exemplo do nosso time de 2012, que era a base da Série B. Assim, na época, 90% dos nossos jogadores tiveram sucesso para onde foram. Portanto, teremos que nos preparar bem, contratar bem, sermos inteligentes e trabalhar. Além disso, iremos fazer as adequações necessárias para que a Serrinha continue sendo a nossa casa, nosso palco principal”, afirmou.

COMO O CLUBE PRETENDE UTILIZAR A BASE?

“Provavelmente, vamos começar o Campeonato Goiano com os atletas que disputaram a Copa São Paulo e com aqueles da equipe principal que não jogaram tanto, que não tiveram tanta minutagem nesta temporada, como o Iago e o Albano. Como combinamos, vamos fazer uma pré-temporada mais longa com o time principal, um desejo antigo nosso. Posteriormente, na reta final do Goianão, a gente entra com o nosso pelotão de elite para poder brigar pelo título”, finalizou Harlei.

André Merice
A sensação de poder transmitir uma sentimento à cada leitor é o que me move. Ainda assim, sou somente mais louco apaixonado por futebol, que fez da escrita e do esporte a sua vida!