Giovanni Manson

Na última quarta-feira (18), o Ajax, do técnico Erik ten Hag, anunciou a contratação do jovem meia campista, de 18 anos, Giovanni Manson até o fim de junho de 2024. Cria da base do Peixe e considerado promessa do futebol brasileiro, o atleta deixou a equipe da Vila Belmiro no início do ano rumo ao Godenzonen. Nesse sentido, o jogador reforçará a equipe sub-23 do clube. O Santos ainda espera receber indenização por suposto assédio ao atleta feito pelo neerlandês no início da negociação.

https://twitter.com/TheEuropeanLad/status/1235144566635933696

Giovanni Manso já é o quarto jogador da base santista contratado pelo clube europeu para integrar as categorias juvenis. Além do atleta, o time já tinha anunciado os jogadores David Neres, Danilo Pereira e Antony. O jogador, que se apresentou no início de julho,  falou da experiência junta à equipe nesse pouco tempo:

“O começo de trabalho tem sido espetacular. Já estamos fazendo alguns jogos amistosos e estou, pouco a pouco, pegando o ritmo do futebol europeu. A exigência tática e física é muito grande e esse tempo servirá para minha melhor adaptação. Estou muito feliz e ter esses brasileiros por perto, sem dúvida, ajuda na adaptação.”

O meia chegou ao Santos em 2015 para jogar no sub-13, passando também pelo sub-15 e sub-17. Ademais, atuou na Copa São Paulo de Futebol Junior defendendo o Alvinegro em 2019. Posteriormente, também conseguiu jogar pela Seleção Brasileira de base.

SAÍDA POLÊMICA

No início de março, o Santos acionou a FIFA alegando suposto assédio do time clube europeu na compra do jogador. Em outras palavras, o clube alegou ter prioridade na assinatura do primeiro contrato profissional do atleta. Isso porque, a saída de Giovanni Manson foi conturbada. O jogador tinha contrato de formação com o clube por cinco anos, contudo apenas cumpriu três.

O jogador sequer jogou uma partida pelo time principal do Alvinegro. Nesse sentido, quando completou 18 anos o time holandêz o contratou. Segundo o regulamento da FIFA, em se tratando de transferências internacionais, o contrato de formação de um atleta é de no máximo três anos, por isso a confusão em torno da negociação.

A equipe conseguiu na justiça entrar em um acordo com o clube europeu. Nesse sentido, receberá  seis milhões em três parcelas – por ter participado da formação do meia . Parado devido a pandemia do novo coronavírus, o futebol holandês tem previsão para voltar em setembro.

Foto Destaque: Divulgação / Ajax

Shelton
Shelton Machado, 22 anos, alagoano e acadêmico de Jornalismo na Universidade Federal de Alagoas (Ufal). Torcedor do Palmeiras e apreciador da língua Inglesa.

Artigos Relacionados