A gente já sabia

As mais óbvias previsões se confirmaram. Neymar ficou em terceiro lugar, seguido de um Cristiano Ronaldo acostumado a ver Lionel Messi no topo. Ainda assim, a festa de gala foi memorável como manda a tradição. As caneleiras deram lugar às gravatas borboleta. Pogba roubou a cena com um terno digno de figurino cinematográfico. Tudo muito bacana como sempre, arrisco a dizer que nesta edição o clima estava até mais descontraído do que o comum. Uma autêntica celebração.

Para os brasileiros não restaram dúvidas, o momento mais emocionante foi a premiação do gol mais bonito. O prêmio Puskas. Wendell Lira se levantou como um Davi no meio dos gigantes do futebol. Falou como sábio quando citou o herói bíblico, e com simplicidade encantou o mundo da bola. Ele, que desbancou gol de Messi e gol do meio de campo em plena Champions League. Sim, mais um pequenino se agigantou na história. E que golaço!

Mas não foi somente Lira que honrou o solo tupiniquim. Quatro brasileiros foram eleitos para compor a Seleção 2015 da Fifa. Neymar, Daniel Alves, Marcelo e Tiago Silva fizeram a notoriedade brasileira ressurgir. Esperamos que isso profetize tempos melhores para a Seleção Brasileira, ok Dunga?

Sendo assim, resta-nos saudar o melhor jogador de futebol do mundo. La Pulga. O colecionador de bolas de ouro. Mas cá entre nós Messi… a gente já sabia.

BetWarrior


Poliesportiva


Douglas Molgado
Douglas Molgado
Douglas Molgado Affonso. 1989. FIAM-FAAM. Twitter: @douglasmolgado)

    Artigos Relacionados

    Topo