Ganso e Kelvin não pegam Atl. Nacional

O meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Kelvin, ambos com estiramento na coxa (esquerda e direita, respectivamente), não foram relacionados pelo técnico Bauza para o jogo de volta contra o Atlético Nacional, válido pela semifinal da Copa Libertadores da América. Os dois jogadores sequer viajaram para a Colômbia, onde o tricolor enfrenta nesta quarta-feira o Atlético no Atanasio Girardot.

Ganso é o principal jogador da equipe paulista. Ao mesmo tempo em que é o cérebro da equipe, o camisa 10 é também o motor do time. É ele quem, regularmente, determina a velocidade do jogo, dando cadência ao meio campo e sempre preciso em assistências para os atacantes. Já Kelvin, sustenta a ousadia, o drible e a velocidade do setor ofensivo do tricolor. Juntos, são dois dos melhores jogadores do elenco, ao lado de Maicon, que também não estará em campo por conta da expulsão do jogo passado.

A expectativa era de que Ganso viajasse com a equipe, terminasse o tratamento na Colômbia e pudesse atuar por alguns minutos no jogo de quarta-feira, entretanto, a comissão médica do São Paulo achou melhor continuar o tratamento no Brasil, para que o jogador pudesse se recuperar por completo para as próximas partidas do Campeonato Brasileiro.

Ganso e Kelvin são jogadores que conseguem fazer jogadas improváveis nos momentos mais difíceis da partida. A inteligência e visão de jogo de um, somada a habilidade e velocidade do outro, são fatores fundamentais para que a equipe tivesse maiores chances para vencer. Resta ao tricolor do Morumbi acreditar na volta de Centurión e na promoção do jovem Luiz Araújo, para ocuparem os lugares dos dois lesionados. O argentino volta ao time após cumprir suspensão no jogo de ida, e o jovem atacante chega após ser muito elogiado na partida de domingo contra o América Mineiro.

Avatar

Sobre Miguel Deak

Miguel Deak já escreveu 23 posts nesse site..

Entusiasta do futebol moderno mas sem esquecer de sua época romântica, começou tarde nesse esporte ludopédio. Aos 13 anos "descobriu" o futebol Europeu após assistir um Sevilla x Barcelona, em 2003, e se tornou ,desde então, apaixonado pelo esporte bretão, com um carinho especial pelo time da Catalunha. VISCA EL BARÇA! Amante do 4-3-3 mas que respeita a decisão de quem prefere o 4-4-2, não admite que profissionais batam escanteio a meia altura e detesta lateral cobrado na área.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Miguel Deak
Entusiasta do futebol moderno mas sem esquecer de sua época romântica, começou tarde nesse esporte ludopédio. Aos 13 anos "descobriu" o futebol Europeu após assistir um Sevilla x Barcelona, em 2003, e se tornou ,desde então, apaixonado pelo esporte bretão, com um carinho especial pelo time da Catalunha. VISCA EL BARÇA! Amante do 4-3-3 mas que respeita a decisão de quem prefere o 4-4-2, não admite que profissionais batam escanteio a meia altura e detesta lateral cobrado na área.

    Artigos Relacionados

    Topo