Nesta terça-feira (9), o volante Gabriel relembrou o seu primeiro gol marcado com a camisa do Corinthians. O jogador balançou a rede na vitória por 2 x 0 diante do Luverdense pela Copa do Brasil em 2017. Na ocasião, o atleta acertou um belo chute de fora da área e saiu para comemorar.

Questionado sobre o primeiro tento, na época, ele falou das dificuldades, mas ressaltou da força ofensiva na partida:

“Primeiramente, feliz pela vitória, pela entrega do grupo. Mais um jogo sem tomar gol, mostra consistência na parte defensiva. Gol foi no jeito do Corinthians, sofrido. Fico muito feliz pelo gol e pela vitória. Parte ofensiva conseguiu fazer dois gols. O importante é a vitória. Na Copa do Brasil, o importante é não tomar gol”, afirmou o volante na época.

Dessa maneira, desde então, o jogador segue trabalhando no Corinthians. Assim, o camisa 5 já marcou seis gols pelo Timão. Os tentos aconteceram contra o Paraná, Athletico-PR, Luverdense, Bahia, Botafogo-SP e São Paulo.

Gabriel foi destaque

O trabalho do jogador segue com tudo. Na temporada passada, Gabriel foi o volante que mais tocou na bola e mais acertou passes no meio campo corintiano no Brasileirão (85%). Dessa forma, se tornou o volante mais efetivo do elenco. O jogador também foi o volante que mais desarmou (66) e fez interceptações na competição pelo elenco do time paulista.

Dessa forma, com Gabriel em campo, o Alvinegro de Parque São Jorge não perdeu em 71% dos jogos em 2020. Assim, esse número só reforça a importância do jogador no elenco do Corinthians. Quando ele não joga, o clube tem sérias dificuldades na parte defensiva e na saída de jogo. Com Mancini, o camisa 5 tem saído mais, além de chegar com mais intensidade na área adversária.

Desfalque

Em meio à crise de Covid-19 no clube do Parque São Jorge, Gabriel acabou sendo mais um desfalque. Contudo, o volante se recupera bem. Dessa maneira, o jogador em breve estará de volta aos treinamentos e jogos.

Foto destaque: Divulgação/Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Lauren Berger
Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.