Gabriel Jesus comenta sobre seu desempenho na Copa de 2018

Gabriel Jesus comentou sobre seu desempenho na Copa da Rússia, em 2018, durante uma live promovida por Ronaldo Fenômeno. O jogador do Manchester City deixou o torneio sem marcar após cinco jogos e recebeu muitas críticas e questionamentos. Ele admitiu que sentiu o baque após o Mundial, mas afirmou que, em 2019, soube se reerguer.

“Eu sou realista e entendo que não fui o meu melhor. Me machucou muito no pós-Copa, antes de dezembro de 2018. Depois minha família veio pra cá (Inglaterra) e eu virei a ‘chavinha'. Não tem como voltar atrás e mudar. Aconteceu, infelizmente aconteceu”, declarou o atacante.

Ronaldo tentou motivar Jesus e respondeu lembrando que, em sua primeira Copa (1994), ele sequer entrou em campo. Mesmo assim, afirmou que aquela experiência foi definitiva para seu amadurecimento. Afinal, depois, viria a fazer 15 gols nos Mundiais de 1998, 2002 e 2006. Ronaldo também relembrou um período no qual ele ficou seis jogos sem marcar no Barcelona. O Fenômeno jogou apenas uma temporada no time catalão e marcou 47 gols em 49 partidas. No entanto, teve uma fase difícil.

GABRIEL JESUS ESTÁ FOCADO NA COPA DE 2022 NO CATAR

Durante a live, o atacante também lamentou a eliminação precoce do Brasil no torneio. Para ele, a seleção não conseguiu encaixar o estilo de jogo na Copa do Mundo. Na competição, o Brasil chegou até as quartas de final, quando foi eliminado pela Bélgica, por um placar de 2 x 1. “A Copa acho que foi negócio à parte. Me machucou muito essa questão pós-Copa, de não poder ganhar. Éramos um time preparado, mas não jogamos tão bem”, comentou o camisa 9 de Tite.

Gabriel Jesus também reconheceu o peso de ter passado em branco em 2018, mas reforçou: o foco está em 2022. Nesta temporada, antes da paralisação devido a pandemia, o brasileiro marcou 10 gols, fez cinco assistências, em 24 jogos da Premier League. Já na Champions League, em seis jogos, fez duas assistências e cinco gols. Esses números são marcas positivas para o atacante, esta é sua melhor temporada individual no Manchester City.

Foto destaque: reprodução/Thiago Calil/AGIF

Carla Taíssa
Estudante de jornalismo, escritora e fotógrafa freelancer. Futebol, esportes de velocidade, futebol americano e basquete são suas paixões quando não está escrevendo ou viajando. Conheça suas fotos no Instagram @25springs.

Artigos Relacionados