A Coluna Desbravando o Tio Sam dessa semana traz um assunto polêmico. Futebol ou Basquete, qual esporte é o melhor? Em 2020 um site americano chamado Dunk or Three trouxe um artigo dando suas justificativas e sua visão. Entretanto, o site é completamente voltado ao público do basquete, será que ele foi clubista? Sendo assim, porque não um site de futebol (usando os mesmos tópicos) ver se concordamos ou não?

INTENSIDADE

O primeiro argumento que ele coloca é a intensidade. Em resumo, ele diz que o basquete é um jogo muito mais intenso devido ao cronômetro que não permite que os times segurarem a bola. De fato o basquete é um jogo mais intenso, entretanto, eles nunca ouviram a frase “a pressa é a inimiga de perfeição”? Sendo assim, a graça do futebol está em ele ser um jogo muito mais estudado e cadenciado, aquela famosa frase dos comentaristas. “Às duas equipes estão se estudando”.

COMPETIÇÃO

Aqui é infelizmente um ponto que eu tenho que concordar com ele. O basquete é infinitamente mais competitivo que o futebol. 20 times dos 30 já foram campeões (66%), o que comparado com uma La Liga, por exemplo. é assustador. Entretanto, o que mais “atrapalha” o futebol é que ele é universal, sendo assim, o dinheiro muitas vezes fala mais alto. É difícil você segurar um jogador que ganha em Real e que agora em diante vai receber em Euro, mesmo que ele vá eventualmente atuar para uma equipe de meio de tabela ou de uma 2ª divisão. Infelizmente o poder de muitas moedas é infinitamente inferior ao Euro/Dólar e sem contar a qualidade de vida.

Já nos Estados Unidos, o que mais pode interferir é você sair de um time mais do interior e acabar preferindo ir para Los Angeles. Além disso, o sistema de Draft acaba favorecendo a liga a manter o equilíbrio (entre outros mecanismos que as ligas dos EUA tem para ajudar os piores times da temporada). O que já é impossível fazer no futebol.

ENTRETERIMENTO

Para o entretenimento, eles criticam os empates e os placares com poucos gols (1 x 1, por exemplo). Porém, isso é uma visão norte-americana dos esportes, eles acham “perda de tempo” assistir um esporte que não tem vencedor ou que tenha poucos pontos. Mas, em muitos momentos o empate em 0 x 0 torna muito mais emocionante o resultado final, além de muitas vezes dar uma chance real do time mais fraco acabar tendo chances de vencer.

VEREDITO

Bom, no veredito deles, colocam o basquete como “um melhor produto”, o que de fato é verdade. Tratando de produto, o basquete chega a ser melhor, se você viaja para os Estados Unidos, muito provavelmente você quer ter a emoção de ver qualquer jogo da NBA o que raramente acontece no futebol. Entretanto, o fato do futebol ser O ESPORTE UNIVERSAL o torna mais interessante para o público em geral. Sendo assim, fica impossível colocar qual é o melhor, pois são esportes completamente diferentes em estruturas diferentes. O basquete consegue unir ao esporte toda aquela parte de show business que os americanos sabem muito bem como fazer. Já o futebol consegue unir os fãs e o público que não é tão fanático pelo esporte (em Copa do Mundo, por exemplo).

Foto Destaque: Reprodução/Dreamstime

Marcos Sibinel
Marcos Sibinel
Olá, me chamo Marcos Sibinel, tenho 23 anos e curso jornalismo na Anhembi Morumbi. Nunca tinha pensado em seguir uma carreira como jornalista, mas foi quando cursava Relações Internacionais que percebi que tinha uma vontade de trabalhar com esportes. Fui então pesquisando sobre o curso de jornalismo esportivo que surgiu um grande interesse, além de amar nosso futebol, tenho vontade também de fazer o outro futebol, o americano, crescer ainda mais aqui no Brasil. Foi então que decidi que queria jornalismo esportivo. Twitter: @masibinel / Instagram: @masibinel

Artigos Relacionados