Futebol no período do Porfiriato

A coluna Papo Azteca desta semana conta a história do início do futebol no México e o período político que se vivia. O Porfiriato ou o Porfirismo foi o período de 1876 a 1911 em que o México foi governado pelo General Porfírio Díaz. O mandato não foi intermitente, pelo fato de Manuel González ter governado a nação mexicana de 1880 a 1884. O general Porfírio só foi retirado do poder em 1911, após a Revolução Mexicana.

Foto/Reprodução: TimeToast

O PORFIRIATO NA PRÁTICA

Esse período do governo de Porfírio Díaz no México foi marcado pela estabilidade e progresso econômico do país, mas as graves desigualdades sociais que culminaram em uma grave insatisfação social levaram a queda do general em 1911 com a Revolução Mexicana. Portanto, o período porfirista acabou sendo derrubado como quase todas as ditaduras latino americanas, através de uma revolução popular.

O FUTEBOL MEXICANO NESSE PERÍODO

Você, com certeza, já deve estar se perguntando o que isso tem a ver com futebol. Pois bem, eu explico. O período porfirista ocorreu justamente na mesma época da introdução do futebol mexicano ao profissionalismo. O primeiro contato dos mexicanos com o futebol aconteceu por intermédio de operários ingleses de mineradoras estabelecidas no país no início do século XIX.

Os ingleses começaram a introduzir a cultura futebolística no país ao fundar o “Pachuca Athletic Club”, em 1901. Portanto, este foi o marco inicial do futebol na terra dos antigos astecas. Na mesma linha, passaram a surgir diversas agremiações de futebol nesse período, toas formadas por operários ingleses. Em suma, o futebol era apenas uma atividade recreativa.

Foto/Reprodução: Desporto Premium

A primeira competição ocorrida em solo mexicano e disputada pelo pioneiro, “Pachuca Athletic Club”, aconteceu em 1902, e tinha caráter amador. Além disso, todas as equipes participantes tinham origem inglesa. O futebol no país deu uma trégua nas competições em 1910, quando a ameaça de uma revolução mexicana, e a deposição do general Porfírio Díaz, colocaram em cheque a segurança e estabilidade nacional.

Após esse período de tensão, apenas em 1921 as atividades futebolísticas foram retomadas no país. Alguns clubes, por sua vez, tiveram que ser refundados. Foi o caso do Pachuca, que mudou de nome, passou a ser “Clube Deportivo Atlético Pachuca”. A equipe já tinha caráter profissional e jogadores mexicanos em seu elenco. Portanto, passou a disputar competições regionais regularmente.

A PRIMEIRA PARTIDA DE FUTEBOL DA HISTÓRIA DO MÉXICO

Na mesma linha do futebol jogado pela primeira vez pelos operários das mineradoras inglesas no México, os registros sobre a primeira partida de futebol no país da América do Norte não se restringem a criação do Pachuca. A primeira partida de futebol que se tem documentação no futebol mexicano, foi realizada no dia 1° de novembro de 1891, entre Pearson’s Wanderers e San Cristobal Swifts. O embate acabou com a vitória dos Wanderes por 1 x 0, com gol do atacante Barr. Os Wanderes já haviam realizado jogos na Europa, enquanto os Swifts, disputavam seu primeiro jogo.

A partida, mesmo sendo a primeira da história, conteve um bom público e muita expectativa. Os derrotados do Swift, saíram até comemorando o resultado de derrota por 1 x 0, pelo fato de terem evitado uma série de gols do adversário. Cerca de 50 dias mais tarde, as equipes voltaram a se enfrentar, em uma espécie de revanche promovida pelos Swifts. Entretanto, mesmo com a audácia do desafio, os Wanderes voltaram a vencer os desafiantes pelo mesmo placar de 1 x 0. Os Swifts, após o jogo, ainda chegaram a anunciar que gostariam de enfrentar qualquer equipe do México, mas esse desafio nunca ocorreu. Estavam abertas as páginas ricas em história do futebol mexicano.

Foto Destaque: Reprodução/TimeToast

Gabriel Spies
Meu nome é Gabriel Mendes Spies, nascido em 1999, em Brasília, a capital da esperança. Faço jornalismo no Centro Universitário de Brasília (UniCEUB). Jornalismo e futebol são minhas paixões e meu estilo de vida. Informar é uma arte e um santo remédio. Apreciador do futebol bem jogado e das histórias reais.

Artigos Relacionados