Futebol de Várzea

Inicialmente em São Paulo, antes mesmo do Futebol se tornar um esporte profissional, houve o surgimento do Futebol de Várzea. É um tipo de futebol praticado nas favelas, comunidades e campos de bairros, ou seja, ambientes que não possuem nenhuma estrutura adequada e, é jogado de uma forma amadora, sem muita organização ou regras rígidas. São basicamente, pontos de encontros de amigos que trabalham em carga horária completa durante a semana, e aos finais de semana, usufrui do esporte como uma forma de “lazer e confraternização”, sem nenhuma pretensão de tornar-se jogadores profissionais.

Por outro lado, foram nessas comunidades e nos famosos “campinhos” que surgiram grandes revelações de craques do futebol.

O Futebol de Várzea é um tipo de esporte que evoluiu bastante ultimamente, mas não o suficiente para conseguirem patrocínios e incentivo financeiro para ajudar sempre que precisarem. Quando há campeonatos, os amadores pagam para jogar, e como não possuem patrocinadores, têm que dar um jeito de desembolsarem e arcar com as despesas para a realização do evento, como equipamentos e uniformes.

O esporte amador tem papeis muito importantes na sociedade, principalmente nas comunidades carentes, pois existe uma ênfase na saúde, na sociabilidade das pessoas, influências culturais e expressão social.

Nayara Melo
Nayara Melo
Nayara Melo, Paulistana, 20 anos, estudante apaixonada  pelo Jornalismo e torcedora fanática pelo São Paulo. Despertou interesse pelo futebol quando começou a assistir seu namorado nos campeonatos de várzea e pelos jogos assistidos de “camarote” no famoso campinho ao lado de sua casa. Sempre definiu sua vida como um jogo de futebol: “cada lance, define a sua trajetória” e assim segue fazendo parte dessa nação que prospera a cada partida.

Artigos Relacionados

Topo