Futebol Argentino: venda de Tagliafico pode beneficiar o Rojo

Confira as últimas notícias do Futebol Argentino: Tagliafico está perto de sair do Ajax e a venda pode render um bom dinheiro ao Rojo. Além disso, Arias quebra recorde no time do Racing.

Notícias do Futebol Argentino

VENDA DE TAGLIAFICO PODE BENEFICIAR O INDEPENDIENTE

A princípio, de acordo com a imprensa holandesa, existe um acordo verbal entre o Ajax e West Ham sobre uma possível transferência do jogador Nicolás Tagliafico. No atual momento, o lateral-esquerdo está na Venezuela se preparando para jogar as Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, defendendo a Argentina.

A saber, ainda não há nada oficial sobre o acordo. Ao propósito, foi citado que o West Ham pagaria cerca de 12,5 milhões de euros pela compra do jogador de 28 anos, com contrato de quatro temporadas. Tagliafico jogava pelo Independiente e, após conquistar o título da Copa Sul-Americana, o jogador foi vendido para o Ajax.

Assim, está no clube holandês desde janeiro de 2018. Caso o argentino vá realmente jogar pela Primer League e o valor fechado for 12,5 milhões de euros, o clube argentino pode receber 12% do valor pago ao time de Amsterdã. Sendo assim, um bom dinheiro para o cofre do Rojo.

ARIAS BATE RECORDE NO RACING

Após o confronto entre Racing x Boca Juniors terminar em 0 x 0, Gabriel Arias deixou sua marca na história do Racing. Além das ótimas partidas que vem fazendo, o goleiro bateu um recorde incrível. A saber, em nove jogos vestindo a camisa da Academia, Arias sofreu apenas um gol.

Assim, o chileno conquistou uma marca histórica que Marcos Croce conquistava desde o ano de 1921. Essa é a segunda vez que um goleiro do Racing sofre apenas um gol em nove jogos disputados. Perguntado sobre o seu desempenho em campo, o chileno prontamente respondeu.

“Trabalho. É a única maneira que conheço de realizar as coisas. Procuro me esforçar no dia a dia e melhorar, porque sei que se for bom, também dá certo para a equipe”.

Foto destaque: Reprodução/TyC Sports 

Joana Lacerda
Fazendo uma junção das coisas que eu mais amo: esportes, jornalismo e escrita; cheguei a conclusão de que era o jornalismo esportivo que eu queria para a minha vida. Me resumo como uma baiana estudando na capital do Brasil com o objetivo de alcançar o que tanto desejo, que é trabalhar nessa área do esporte e me capacitar cada vez mais!