A noite de quinta-feira (14) na Arena da Baixada, em Curitiba, foi de alívio e empolgação para os atleticanos. Pela Libertadores da América, .

1° TEMPO

Jogando em casa, o Furacão tomou a iniciativa: com 5′ de jogo, após avançar da esquerda, Renan Lodi tocou para Bruno Guimarães, que chutou de longe. A finalização saiu fraca, mas deu trabalho para o goleiro Gimenéz. Dois minutos depois, Marco Ruben pegou de primeira dentro da área, mas a bola bateu em Nikão. Thiago Heleno pegou a sobra e, de longe, mandou para o gol, mas Gimenéz segurou firme. Aos 9′, Renan Lodi fez nova jogada pela esquerda e deixou para Rony, que finalizou no meio do gol, para nova defesa de Gimenéz. O Aviador conseguiu chegar aos 14′, após cobrança de falta por Chávez, da direita, a bola cruzou a área. Na sobra, Léo Pereira cortou a tentativa de finalização. No minuto seguinte, Renan Lodi recebeu dentro da área, dominou com o peito e emendou um chute forte, mas Gimenéz fez grande defesa. Aos 17′, cruzamento da direita para dentro da área. Marco Ruben chegou para tocar na bola, mas atrasado. Aos 31′, a pressão rubro-negra fez valer o esforço: Rony chutou forte e a bola desviou em Marco Ruben, enganando Gimenéz, indo para o fundo das redes. Aos 36′, dois lances: Chávez mandou a bola na trave paranaense. A pelota sobrou para a equipe da casa, que armou contra-ataque mortal com Tomás Andrade que, ao se aproximar da meia-lua, chutou mascado, Gimenéz falhou e o Athletico ampliou na Arena.

https://www.facebook.com/181724431849551/posts/2266917306663576/

2° TEMPO

O Wilster chegou primeiro com Serginho, chutando de fora da área, mas o goleiro Santos nem precisou sujar o uniforme no primeiro minuto da etapa final. Depois, Tomás Andrade tentou marcar o segundo dele, dando o troco na mesma moeda, mas Gimenéz caiu bem para defender. Aos 4′, Camacho deu passe longo para Renan Lodi, que dominou bem, invadiu a área e mandou para o fundo das redes, marcando o terceiro do Furacão na partida. Serginho avançou pela esquerda e cruzou, mas Santos pegou com facilidade aos 18′. Aos 36′, Nikão viu uma brecha da defesa e arriscou da direita, mas Gimenéz defendeu. No lance seguinte, Serginho recebeu da direita, pegou na veia e Santos espalmou para frente. Para fechar o caixão, Braian Romero cruzou da direita, a bola desviou em Cirino e Bruno Guimarães aproveitou a sobra e deixou o dele no jogo. Placar final: um sonoro 4 x 0.

VITÓRIA RUBRO-NEGRA!Furacão faz uma partida digna de atual Campeão da Conmebol Sul-Americana: 4×0! TIBAÇO!Os gols…

Posted by Athletico Paranaense on Thursday, March 14, 2019

 

E AGORA?

A primeira vitória do Athletico deixou o time no segundo lugar do Grupo G com 3 pontos, um atrás do líder Boca Juniors. Enquanto isso, os bolivianos ficam na última posição com 1 ponto, apenas. Na próxima rodada, que acontecerá em abril, o Furacão joga novamente em casa contra o Boca, enquanto o Jorge Willstermann irá a Ibagué, na Colômbia, encarar o Tolima.

MELHORES MOMENTOS

 

Avatar
André Borges
Me chamo André Borges, sou Paulista (tanto de naturalidade como torcedor do time de Jundiaí), tenho 20 anos e sou estudante de Jornalismo da Universidade Anhembi Morumbi. Antes, eu estudava no Centro Universitário Campo Limpo Paulista (UNIFACCAMP) e lá participei do jornal laboratório "O Jornaleiro" por dois anos. Comecei a gostar de futebol com 12 anos, na Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Prefiro Libertadores do que Champions League.

Artigos Relacionados