A Coluna Parabéns ao Craque desta sexta-feira (14) presta as devidas homenagens a Rincón. O ex-atleta colombiano passou a maior parte da sua carreira jogando em território brasileiro. Desta maneira, vestiu as camisas do Palmeiras, Corinthians, Santos, dentre outros clubes. Além disso, o volante teve uma curta passagem no Real Madrid. Sendo assim, vamos relembrar a carreira desse excelente jogador.

View this post on Instagram

cuando el futbol era pasión y amor

A post shared by freddy rincon (@freddyrinconoficial) on

INÍCIO DE CARREIRA

Nascido em Buenaventura, na Colômbia, em 14 de agosto de 1966, Freddy Eusébio Gustavo Rincón Valencia, mais conhecido como Rincón, nascia. Ele iniciou a sua carreira no Atlético Buenaventura. Porém, Ricón não teve oportunidades na equipe principal e pouco tempo depois se transferiu para o Tolima, onde começou a despontar o seu talento dentro de campo. Dessa maneira, o volante participou de 49 jogos e marcou 19 gols na temporada. Seu bom desempenho fez surgir o interesse do Deportivo Cali em sua contratação.

DEPORTIVO CALI

Em 1990, Rincón chega para jogar no Deportivo Cali, da Colômbia. Assim, o jogador manteve seu desempenho regular durante sua trajetória no clube e ainda conquistou o Campeonato Colombiano em 1990 e 1992. Em suma, sua passagem pelo Deportivo foi importante para as portas do mercado internacional se abrirem para o atleta. Portanto, no início de 1994, o Palmeiras contratou o jogador para reforçar o seu elenco. Sendo assim, Ricón deixou a Colômbia para iniciar uma vitoriosa trajetória no Brasil. Ademais, vestindo a camisa do Cali, o mesmo marcou 25 gols e disputou 177 partidas.

PALMEIRAS: CHEGADA AO BRASIL

Em 1994, Freddy Rincón chegou para jogar no Palmeiras. O volante foi uma das peças fundamentais do time alviverde na conquista do Campeonato Paulista de 1994. Por fim, esta seria a primeira passagem do jogador pelo Palestra. Após seu ótimo desempenho, Freddy se transferiu para o Napoli, da Itália.

Logo, após vestir a camisa do clube italiano, o atleta teve uma curta passagem pelo Real Madrid, marcando poucos gols e não participando de muitos jogo. Assim, ele voltou ao Brasil para novamente jogar no Verdão. Em 1996, retornando ao Palmeiras, Rincón manteve as boas atuações e permaneceu no clube até 1997. Em suma, o volante participou de 17 jogos e marcou sete gols em sua segunda passagem no Alviverde.

View this post on Instagram

Obigado palmeiras pela grande oportunidade na minha vida

A post shared by freddy rincon (@freddyrinconoficial) on

CORINTHIANS: O ÁPICE E O FIM DE CARREIRA

Em 1998, Rincón deixou o Palmeiras para jogar no rival Corinthians. O volante, enquanto esteve vestido a camisa do Timão, foi avassalador e conquistou muitos título,s sendo o Campeonato Brasileiro em 1998 e 1999, Campeonato Paulista em 1999 e o Campeonato Mundial em 2000. Além disso, o volante ganhou a bola de prata também em 1999. Assim, pelo Alvinegro foram 137 jogos e 10 gols marcados.

Porém, Rincón ainda teve passagens por Santos e Cruzeiro. Contudo, dessa vez sem conquistar títulos e também sem brilhantes atuações. Então, em 2004, o volante retornou ao Corinthians – onde, desta vez, disputou somente 21 partidas -. Com isso, encerrou a sua carreira como jogador.

https://www.instagram.com/p/BnMDCc5Hoq5/?igshid=1ge4yyvo1n4p9

SELEÇÃO COLOMBIANA

Freddy Rincón defendeu a Seleção da Colômbia entre 1990 e 2001. Portanto, o volante esteve presente nas principais competições disputadas pela equipe, como as Copas do Mundo de 1990, 1994 e 1998 e as Copas Américas 1991, 1993 e 1995. Entretanto, por todos esses torneios a Colômbia não conquistou nenhum título.

CARREIRA COMO TREINADOR

Após encerrar a carreira de jogador, Rincón começou a trabalhar como treinador. Assim, comandou algumas equipes no Brasil, como Iraty, São Bento, São José, Corinthians Sub-20 e Flamengo-SP. Além disso, o treinador foi auxiliar técnico de Vanderlei Luxemburgo no Atlético-MG. Atualmente, Rincón não esta comandando nenhum clube.

Foto destaque: Reprodução/IG

Leonardo Lopes da Silva
Leonardo Lopes da Silva
Estudante de jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Eu escolhi jornalismo porque me identifico muito com os ofícios desta profissão. Aos 10 anos , tive a minha primeira experiência sendo fundador de uma rádio comunitária. Pretendo seguir minha carreira na editoria de esportes. Instagram - @leo_lopes77

Artigos Relacionados