França x Croácia

Nesta terça-feira (3), a Coluna Marcas da Copa conta sobre a grande final entre França x Croácia. Os Bleus eram favoritos, mas a Vatreni chegava como uma surpresa na Copa do Mundo. O plantel de Zlatko Dalic era liderado pelo craque Luka Modric, que vinha fazendo uma ótima participação no torneio. Por outro lado, o esquadrão de Didier Deschamps era considerado uma das grandes equipes, no entanto muitos acreditavam que essa Seleção seria mais forte em 2022.

FRANÇA

Os Bleus vinham fazendo uma competição incrível. Desde o começo, tinha um esquema de jogo muito bem elaborado. Deschamps adotou um esquema ofensivo, mas que não deixava a defesa comprometida. O esquema era o 4-3-1-2, com destaque para o jovem Kylian Mbappé e Antoine Griezmann. O meio-campo do time era muito forte fisicamente, Paul Pogba e Blaise Matuidi tinham a função de “abastecerem” os mais adiantados e auxiliar na marcação.

A Seleção Francesa vinha fazendo grande campanha, tinha cinco vitórias e um empate. A Copa do Mundo é “um tiro”, portanto não existe tempo para erros. O esquadrão de Didier Deschamps foi crescendo no decorrer da competição, a partida contra a Argentina foi a “virada de chave” do time na competição. Como resultado, na hora que foi preciso crescer e jogar como adultos, a França fez isso muito bem.

CROÁCIA

Os Croatas chegaram à Rússia sem muita expectativa por parte da mídia. Muitos colocavam Brasil, França, Espanha e Alemanha como favoritos ao título, no entanto a Vatreni vinha “correndo pelas beiradas”. O time era liderado por Luka Modric e Ivan Rakitic, jogadores de Real Madrid e Barcelona respectivamente. O esquema adotado por Zlatko Dalic era o 4-1-4-1, com muita intensidade no meio-campo.

A campanha da Croácia era de três vitória e três empates, ou seja estava invicta também. Um fato interessante é que em todos os jogos de mata-mata, os Croatas foram para a prorrogação e em apenas um dos duelos não decidiu nos pênaltis. Portanto, chegou a final muito mais desgastada que a França.

França x Croácia
Reprodução/Uol

E A BOLA ROLA PARA FRANÇA X CROÁCIA …

1° TEMPO

As Seleções iniciaram a partida se estudando bastante, como esperado, no entanto a França buscava tomar o controle da partida. Até que aos 18′, Griezmann bateu uma falta pelo lado direito e Mario Mandzukic desviou para seu próprio gol e o goleiro não conseguiu salva. Os Bleus saiam na frente em um jogo bem disputado. Por outro lado, a Croácia não estava nem um pouco morta.

Próximo da metade da etapa inicial, Ivan Perisic aproveita rebote da defesa francesa, faz jogado individual e empata o jogo com um chute forte de esquerda. Um gol completamente inesperado, porque a Vatreni estava em um momento delicado no confronto. O duelo ficou equilibrado, porém aos 38 a arbitragem marcou um pênalti para a Seleção Francesa. Grizi chamou a responsabilidade e converteu a cobrança. Os Bleus foram para o intervalo com a vantagem.

Antoine Griezmann
Reprodução/Uol

2°TEMPO

O plantel de Didier Deschamps voltou para campo mais tranquilo, porque estavam vencendo. Logo no início da etapa complementar, Paul Pogba recebeu um passe de Griezmann e em dois tempos ampliou a vantagem. A França já colocava a mão na taça, entretanto o show ainda tinha que continuar. Os Bleus passaram a dominar completamente as ações do duelo com um futebol de altíssimo nível.

Aos 65′, Mbappé recebeu no “bico da área” e chutou firme no canto direito do goleiro para marcar o quarto da Seleção Francesa. O gol foi para coroar a boa Copa do Mundo feita pelo Golden Boy da época, que seria a revelação daquele Mundial. Na sequência do tento francês, Mandzukic aproveitou falha do goleiro de Hugo Lloris e descontou a vantagem. A França manteve o placar com méritos, como resultado o Mundo ficava azul.

França
Reprodução/Uol

Foto Destaque:Reprodução/Kai Pfaffenbach/Reuters

Leonardo Pinheiro
Escolhi jornalismo porque para mim é prazeroso informar as pessoas, e além disso, a paixão pelo futebol me encorajou a seguir essa carreira. Meu principalmente objetivo na profissão é trabalhar com esportes, principalmente o futebol.

Artigos Relacionados