França e Brasil se enfrentaram neste domingo (23) às 16h (horário de Brasília) pela Copa do Mundo Feminina disputada em terra francesa. As donas da casa continuam mostrando seu favoritismo neste torneio. A seleção brasileira até fez um jogo equilibrado, buscou o empate, levou o jogo para a prorrogação mas caiu. A líder das Canarinhas, Marta teve uma atuação discreta, deu alguns dribles mas sem chances de gol.

1º TEMPO

As anfitriãs começaram pressionando muito desde o início do jogo: já no primeiro minuto Torrent faz o cruzamento da direita, mas Le Sommer não conseguiu finalizar e Barbara ficou com a bola. Aos três minutos Henry recebeu pela direita, girou e chutou em cima de Tamires. Aos quatro minutos Marta recebeu a bola pela primeira vez e tentou a tabela pelo meio, mas a França recuperou a posse de bola. Aos cinco minutos Majri bateu escanteio fechado e Barbara saiu para afastar o perigo.

O Brasil se defendeu bem, mas teve muita dificuldade de chegar ao ataque. Aos 10′, Henry cobrou falta com uma bomba, mas mandou por cima do gol. Aos 22′, Diani passou por Tamires e cruzou da direita: Gauvin se antecipou e jogou para o gol vazio. Após o gol as duas jogadoras receberam atendimento, devido ao choque que sofreram no lance. A árbitra analisou o gol, e anulou marcando falta na goleira.

Aos 34′, a zagueira Renard foi punida com cartão amarelo, após falta dura em Debinha. Aos 42′, Debinha partiu da esquerda: foi desarmada, mas a bola sobrou pra Cristiane que invadiu livre a área. Ela chutou cruzado, e Bouhaddi defendeu com o pé. Aos 47′, após bobeada do Brasil na saída de bola Bussaglia achou Majri livre na área, mas a camisa 10 chutou para fora.

2º TEMPO

Aos seis minutos Diani passou por Tamires pela direita e cruzou rasteiro: a bola passou por Barbara,e Gauvin na pequena área chutou para o gol fazendo 1 x 0 para a França. Três minutos depois Marta bateu uma falta da esquerda e Cristiane cabeceou no travessão. Aos 16′ Le Sommer invadiu a área pela esquerda, cortou para o meio e chutou forte: a bola desviou em Gauvin e foi para fora.

Aos 18′ Debinha avançou pela esquerda e cruzou: a bola sobrou para Thaisa que finalizou de canhota e marcou. Mas a auxiliar marcou impedimento de Debinha no início do lance. A árbitra então foi checar a jogada. Após revisar o lance, foi confirmado o gol do Brasil: 1 x 1. Aos 25′ a volante brasileira Formiga foi advertida com cartão amarelo por falta em Diani.

Aos 26′ Majri bateu falta da direita e achou Le Sommer livre na área: a camisa 9 cabeceou mal e mandou para fora. Aos 37′ a atacante brasileira Bia Zaneratto foi punida com cartão amarelo após falta dura em Torrent. Aos 48′ o Brasil teve a chance de matar o jogo: Debinha fez boa jogada e tocou para Bia Zaneratto na área, ela dominou e chutou por cima do gol desperdiçando a grande oportunidade.

PRORROGAÇÃO

As donas da casa fizeram o gol da classificação no início do segundo tempo da prorrogação: Majri bateu falta da direita, e Henry apareceu livre na pequena área para tocar no contrapé da goleira Barbara. Um pouco antes, em ótima jogada individual Debinha passou por seus marcadores e chutou para o gol vazio, mas apareceu a zaga francesa para cortar embaixo da trave.

E AGORA?

Classificada a França agora aguarda a vencedora do duelo entre EUA e Espanha. A partida pelas quartas de final acontece na próxima sexta-feira (28).

MELHORES MOMENTOS

Rhaíssa Oliveira
Rhaíssa Oliveira
Rhaíssa de Oliveira Cortes, mineira de 29 anos, jornalista em formação e apaixonada por esportes, sobretudo amante do futebol. Sou comunicativa desde pequena e amo escrever. Resolvi fazer da minha paixão pelo esporte a minha profissão. Ouço muito que arquibancada e futebol não são coisas de mulher, é por isso que vou descer da arquibancada e cobrir os jogos de dentro do campo!

Artigos Relacionados