Fortaleza responde acusações do vice-presidente do Internacional

- As equipes se enfrentaram neste sábado (19), na Arena Castelão. Em jogo válido pela 11° rodada do Brasileirão
Fallback Image

O Fortaleza venceu o Internacional na noite deste sábado (19), por 1×0. Mas a comemoração pela conquista dos três pontos foi manchada. Isso porque o vice-presidente do Colorado, Alessandro Barcelos, após o apito final acusou o Tricolor de liberar a entrada de torcedores na Arena Castelão. Assim sendo, a equipe divulgou um comunicado, onde afirma seguir as normas estabelecidas pela CBF.

Além disso, o Leão rebateu as acusações do mandatário adversário, explicando que é direito do clube mandante, levar 42 pessoas do staff ao jogo independente dos médicos. E que mesmo assim, não chegou ao número citado.

NOTA OFICIAL DO FORTALEZA – ACESSO À ARENA CASTELÃO EM DIAS DE JOGOS

O Fortaleza Esporte Clube vem cumprindo com todo o protocolo estabelecido pela CBF em dia de jogos. Reiteramos ainda que seguimos rigorosamente o protocolo do Governo do Estado, além das diretrizes da CBF, com o acompanhamento direto da diretoria responsável. A relação com todos que trabalham em dia de jogos é enviada para a CBF e conferida atentamente na checagem que acontece na Arena Castelão para a distribuição dos crachás de acesso”.

Fortaleza
Reprodução/Redes Sociais

Entenda melhor o caso

Dessa forma, após o término da partida válida pela 11° rodada do Campeonato Brasileiro. O  vice-presidente do Internacional, Alessandro Barcelos, em entrevista coletiva pós-jogo, acusou o adversário de permitir a entrada de mais de 80 torcedores. Além disso, destacou que os presentes na Arena fizeram pressão no árbitro e que por consequência não deu a penalidade.

Não jogamos bem e perdemos. Aliás, infelizmente a arbitragem hoje foi ruim, para não dizer mais. O pênalti foi pênalti, no mínimo igual ao pênalti do Rodinei, ea arbitragem foi ao VAR e tomou uma pressão aqui. Um jogo sem coordenação maior da CBF. Tinha mais de 80 pessoas nas arquibancadas do Ceará e isso é inadmissível”, disse.

Foto Destaque: Bruno Oliveira

Tathiane Marques

Sobre Tathiane Marques

Tathiane Marques já escreveu 294 posts nesse site..

Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

BetWarrior


Poliesportiva


Tathiane Marques
Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.

    Artigos Relacionados

    Topo