Football Manager

A coluna Master League dessa semana contará a história do Football Manager (FM), um simulador dos gramados virtuais. Assim, os players conseguem assumir o papel de um manager de uma equipe de futebol profissional. Dessa forma, você pode ser o técnico do time, fazer contratações de jogadores, ter controle dos gastos financeiros, elaboração de táticas e muito mais.

https://www.instagram.com/p/CDoFhPEABJd/?utm_source=ig_web_copy_link

HISTÓRIA

O fim do contrato no desenvolvimento do Championship Manager (CM), entre a Sports Interactive e a Eidos Interactive em 2004, causou um grande impacto na continuidade do primeiro game criado em 1994 pelos irmãos Paul e Oliver Collyer. Assim, com o final da parceria de anos, a Eidos ficou com a interface do usuário e a marca CM. Por outro lado, o Sports recebeu todos dados e o código de jogo.

Em parceria com a Sega, no ano de 2005, a empresa lançou a sua primeira versão do jogo, o Football Manager (FM). Com isso, usou a base do código do seu antecessor em uma versão com várias melhorias e uma nova interface.

Abaixo, apresentamos as edições e recursos implementados ao longo dos mais de 15 anos do principal título do gênero.

INÍCIO ATÉ 2010

Lançado em novembro de 2004, o primeiro jogo criado pela empresa inglesa contava com uma interface atualizada em comparação com CM, organização de painel muito mais fácil de navegar e exibição das partidas em 2D. A edição 2006 trouxe uma grande novidade que foi a inclusão das palestras no intervalo e pós-jogo. Além disso, foi implantado as instruções de estilo de marcação e a forma que a bola deveria ser entregue ao jogador alvo. Também, houve a inclusão dos bancos de reservas no design da partida.

Já na versão 2007, houve poucas mudanças, entre elas, na tela de instruções, a opção de definir marcação de bolas paradas foi removida, e houve a implantação das preleções. Na temporada seguinte, adicionaram as instruções ao adversário logo após a preleção e integrou em um único local as vistas rápidas e detalhadas para as mudanças táticas.

Após quatro anos sem grandes mudanças, a edição 2009 incluiu um novo conceito gráfico, o motor 3D pela primeira vez. Assim, trouxe também no campinho tático com uma bolinha verde as qualidade do jogador na posição em que ele estava escalado.

Dando continuidade a revolução do jogo, na versão 2010, foram implementadas funções e tarefas no lugar das setas. Assim, as instruções à equipe ganharam a adição de filosofia de jogo e estratégia inicial, além da opção “dar os gritos” que orientava o seu time a executar algumas ações no jogo.

https://twitter.com/trivela/status/796684872882470912?s=20

EDIÇÕES ENTRE 2011 E 2015

Mantendo os padrões dos últimos dois anos, o simulador de 2011 passou por uma transformação envolvendo análise e as estatísticas. Assim, o conceito do jogo passou a informar mais detalhadamente para encontrar maneiras de levar o time ao melhor nível.

Assim, no ano seguinte, na tela de táticas começou a aparecer as opções de mentalidade e estrutura, mostrando mais as funções e tarefas no campo tático. Para a edição de 2013, o gráfico 3D ganhou cores mais vivas e a interface recebeu novas opções para ajudar o treinador nas mudanças ao longo do jogo.

A novidade na versão 2014 ficou por conta da melhoria na tela de instruções ao jogador, onde ganhou mais informações e a personalização na tática para os jogadores escalados. Já no Football Manager 2015, a tela de tática ganhou um novo visual, além da evolução gráfica e a inclusão de palestras motivacionais para os atletas.

ENTRE 2016 E A VERSÃO ATUAL

A temporada 2016 trouxe uma nova interface muito mais dinâmica e didática de instruções à equipe. Além disso, o gráfico melhorou bastante na animação e nos movimentos dos jogadores durante a partida. Na edição 2017, os criadores do jogo focaram nas melhorias do game ao invés de novas implementações, entre elas os erros no motor 3D do ano anterior.

Ao mesmo tempo, com mais informações em tela, o jogo em 2018 ganhou um Briefing Tático. Com ele, houve a possibilidade de reunir os jogadores para passar algumas instruções e táticas durante a partida. Além disso, a versão apresentou mais fluidez em seu gráfico.

No ano seguinte, aconteceram melhorias no sistema de treino, adição de estilos táticos famosos do futebol, Gegenpress“, “Tiki-taka“, Catenaccio”entre outros. Da mesma forma, implantaram também um novo design com as cores da marca Football Manager, além de incluir o sistema VAR. No FM 2020, as novidades ficaram por conta do maior  relacionamento com a diretoria, mais participação da comissão técnica e um centro de desenvolvimento dos jogadores. Além disso, houve melhorias no sistema 3D.

Por fim, já a versão deste ano está sendo esperada com ansiedade pelos fãs. Com a pandemia do Covid-19, ainda não há uma data para o lançamento. Mas, trazemos até aqui as primeiras melhorias já anunciadas pelo Manager. Entre os novos recursos estão a possibilidade de utilizar duas formações durante a partida, treinar equipes sub-23, vestiário para os treinadores e o mercado de transferência mais realista.

E para você, falta algum recurso para o game? O que esperar desta nova edição?  Em breve, traremos todos os detalhes da versão 2021.

Foto destaque: Reprodução/FootballManager.pt

Matheus Vinicius
Matheus Vinicius
A minha paixão pelo futebol me levou ao jornalismo. Já atuei em Assessoria de Imprensa e atualmente trabalho com marketing de conteúdo. Tenho o objetivo de trabalhar diretamente com o futebol, sendo setorista de um time ou na produção de conteúdo audiovisual. Com 22 anos tenho muita coisa para aprender ainda e tenho certeza que aqui no Futebol na Veia irei crescer muito.

Artigos Relacionados