FNV Sagas #2 - Começo desagradável para o Galo Elétrico

O .

Como vimos no episódio anterior, de antemão, vimos que o Galo Elétrico não está muito bem das pernas. Finanças bem ruins, elenco bastante reduzido e ainda sem muitas opções de amistosos. Aliás, a ideia desses jogos preparatórios seriam para aumentar alguma renda com bilheteria e etc. Sendo assim, o primeiro jogo foi para conhecer o time como um todo, contra o time reserva do Independente. Entretanto, não foi muito legal.

Independente (titular) 0 x 5 Independente (reserva)

No primeiro jogo como comandante da equipe, a tendência era que os titulares tomassem conta da situação, mas o que se viu foi algo totalmente diferente. Admilton foi o cara do jogo com dois gols, além dele, Walderi, Carlos Henrique e Ataliba, completaram o passeio. Dos males o menor: pelo menos descobri um possível artilheiro e logo subi para o profissional do clube, pena que para o compromisso seguinte, ele estava machucado.

Independente 3 x 5 Paysandu

A imprensa pegou no pé do time e do treinador após o último encontro. Nesse clima, conseguimos amistoso contra o Papão da Curuzu. Teste bem mais complicado do que o anterior, ou seja, a promessa era de um jogo parecido com o que foi contra os reservas. De fato o começo do duelo foi bem parecido, pois terminamos o primeiro tempo perdendo por 4 x 2. Mas, as substituições feitas no intervalo, mudando quase o time inteiro, igualaram as coisas (ou o adversário tirou o pé do acelerador?), e um gol foi feito para cada lado. Resumindo: temos esperanças de conseguir feitos maiores.

Contratações e vendas

Sem dinheiro para absolutamente nada, o jeito foi tentar contratar jogadores sem contrato e expressão. Inclusive ultrapassando o limite do que podemos gastar em salários, conseguimos assinar com o volante Railson, que jogou três anos no Campinense da Paraíba. Com relação a vendas, ainda buscamos quem queira nossos jogadores por preços aceitáveis.

Com as expectativas modestas para a temporada, no próximo episódio, já temos a estreia na Copa do Brasil contra o Brasil de Pelotas, na 1ª fase do torneio. Depois, tem estreia no estadual contra o Cametá. Os dois jogos em casa e muito importante para as pretensões do clube.

Avatar
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados